Segunda excursão do Projeto Avivar traz alto grau de satisfação aos viajantes

Compartilhe

O prefeito Enivaldo dos Anjos fez questão de parabenizar a equipe do Projeto Avivar pelo sucesso da segunda excursão do projeto, realizada neste sábado, 28.

“Agradeço a todos que trabalharam e participaram desta excursão, o sucesso foi total de satisfação e nenhuma ocorrência de problemas.   Isto alegra muito a mim, que desejo boa diversão e alegria pra todos.  Nosso projeto de excursão será mantido, dando oportunidade a mais pessoas. As fotos ficaram boas e demonstram a satisfação de todos. Muito obrigado a todos vocês. Abraços. Enivaldo, prefeito.”

Se, ao sair de Barra de São Francisco na madrugada do sábado, havia uma certa apreensão com a possibilidade de estar chovendo na Grande Vitória, ao chegar na capital capixaba, a segunda excursão do Projeto Avivar foi presenteada por Deus com um dia ensolarado, de céu claro, que rendeu muita diversão, alegria e, o melhor, conhecimento para os cerca de 40 idosos selecionados para a viagem.

Por causa da possibilidade de chuva e de uma romaria no Convento da Penha, o roteiro acabou sendo alterado e só trouxe mais alegria para os viajantes.

Viajantes como o casal Alins e Odorica, que estiveram o tempo todo juntos, como um casal de namorados. “Ele quis vir comigo e eu fiquei muito feliz”, comentou Odorica, com o respaldo do marido, que disse que estava ansioso pelo passeio.

“Obrigada a toda equipe do Avivar pelo dia maravilhoso que proporcionou a todos nós. Deus abençoe a todos.” Nelda Scheider Kister

Logo ao chegar em Vitória, por volta de 9h, o ônibus se dirigiu para a região do bairro São Pedro, onde fica a famosa Ilha das Caieiras, meca da gastronomia capixaba e onde, segundo os nativos, se come a melhor moqueca do Estado.

Ainda era cedo para degustar a moqueca, mas os viajantes puderam apreciar a bela paisagem do local e interagir com os nativos. A primeira etapa do passeio terminou com a visita à igreja de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, uma capela que existia no local antes mesmo dele se tornar ‘point’ de gastronomia. Do pátio da igreja pode-se apreciar a bela vista do manguezal repleto de barcos de pescadores e do píer, onde estão os restaurantes.

A Ilha das Caieiras, é um bairro da região da Grande São Pedro, em Vitória, e teve origem com o primeiro donatário da capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho, durante a colonização do Estado. Neste período, a ilha foi centro de movimentação comercial para desembarque de mercadorias advindas do interior.

O nome Ilha das Caieiras tem sua história intimamente ligada à produção artesanal de cal de ostras ali instalada pelo português José Lemos de Miranda. Todos se referiam à ilha como das Caieiras, ou seja, aquela ilha que possui caieira ou fábrica de cal.

Foi um passeio muito bom, conheci lugares maravilhosos, como o Parque da Fonte Grande, com um visual surpreendente.” Gildásia

Parque da Fonte Grande

Da Ilha das Caieiras, os viajantes se dirigiram, sempre aos cuidados da coordenadora do Projeto Avivar, Cleidmar Almeida de Rezende, a Cleidinha e equipe, até o Parque Estadual da Fonte Grande.

Após 2,7 Km de ônibus para atingir os quase 300 m de altitude, a partir da portaria da Rodovia Serafim Derenzi, chega-se na sede administrativa do parque, onde há um amplo estacionamento.

Há mirantes ao longo da subida, mas a excursão foi direto ao ponto, ou seja, à parte mais alta. De lá, visita ao Mirante da Cidade.

A partir da sede, andamos cerca de 300 metros, passando pelas torres de TV e no final da rua encontra-se o mirante, onde podemos ver, da esquerda para a direita, o Mestre Álvaro, na Serra, a Pedra dos Dois Olhos, a Praia de Camburi, boa parte do litoral da Ilha de Vitória, diversos morros da capital, inclusive o Morro do Vigia e a Pedra do Urubu (Pedra da Baleia), a Terceira Ponte, o Morro do Moreno, o Convento da Penha e o Penedo.

“Lindo demais, não esperava encontrar um lugar tão bonito, com uma vista dessas bem no centro da capital”, comentou a excursionista Gildásia, que fez questão de fazer ‘aquela’ pose para uma foto no pátio da sede.

A turma ainda visitou o mirante mais famoso, o do Sumaré, que permite uma visão excepcional de dois monumentos naturais: O Moxuara e o Mestre Álvaro, com história interligada e baseada no folclore indígena.

De lá vemos também a Basílica de Santo Antônio e boa parte da Baía de Vitória.

“Parabéns a todos os componentes dessa equipe maravilhosa. Foi tudo de bom, passeio inesquecível com muita amizade e companheirismo.” Miracy.

Parada para repor as energias

Logo depois da descida do parque, por volta do meio dia, a excursão se dirigiu a Vila Velha, mais precisamente ao bairro Glória, onde o francisquense Geovani Soares, do restaurante Nosso Tempero, aguardava com aquele almoço saboroso e nutritivo.

Mais uma vez, o próprio agradeceu ao prefeito Enivaldo dos Anjos, por ter indicado o seu restaurante e elogiou a equipe e o Projeto Avivar pelo carinho com os idosos e a oportunidade que eles têm de conhecer lugares novos ou simplesmente rever locais históricos e turísticos do Espírito Santo.

Após o almoço, a parada obrigatória na fábrica de chocolates Garoto, que fica bem ao lado do restaurante e onde o grupo aproveitou para conhecer a loja, a parte externa da fábrica e fazer aquelas comprinhas.

“Boa noite equipe abençoada, fiz meu primeiro passeio e amei, vocês são incríveis. Muito obrigada por tudo que fizeram. Deus abençoe a todos.” Liciene Dolores.

Basílica de Santo Antônio

De volta à capital, mais uma parada, desta vez para agradecer a Deus e conhecer mais um monumento famoso: O Santuário Basílica de Santo Antônio.

É um monumento que recebe vários turistas e onde é encenado o tradicional episódio da Paixão de Cristo na capital capixaba.

O templo começou a ser construído em 1956 devido à mobilização do padre Pavoniano Mateus Panizza, que coordenou um mutirão de moradores e devotos para erguer a basílica com mão de obra e doações. A igreja demorou vinte anos para ser concluída.

O edifício possui uma grande cúpula central e quatro semicúpulas, a base em forma de cruz grega. A arquitetura renascentista da igreja de Nossa Senhora da Consolação em Todi na Itália serviu de inspiração para a construção do grande templo.

O mestre italiano Alberto Bogani foi o responsável pela pintura dos afrescos no interior da igreja e o artista Carlos Crépaz responsável pelos vitrais e a expressiva escultura do “Cristo Moribundo”.

“Parabéns pra essa equipe maravilhosa, que Deus abençoe vocês.” Ana Lúcia.

Praia de Camburi e…Já terminou?

Encerrada a visita à Basílica de Santo Antônio, por volta das 15h, a excursão se dirigiu para a última parada do roteiro, a tradicional praia de Camburi, onde os viajantes puderam relaxar um pouquinho à beira do mar.

Depois das fotografias, o ônibus partiu de volta para Barra de São Francisco trazendo consigo um grupo de pessoas mais felizes e com novos conhecimentos e histórias para contar aos filhos, netos e amigos.

A próxima viagem já tem data: final de julho e, talvez o roteiro mude novamente, para o Convento da Penha, onde muitos idosos ainda desejam ir para conhecer ou revisitar. Mas o importante é que o Projeto Avivar cumpriu mais uma vez, um dos seus principais objetivos: trazer felicidade a todos que dele participam.

Ao chegar em Barra de São Francisco, como é de praxe, a coordenadora do Projeto Avivar, Cleidinha, agradeceu a todos os excursionistas, ao motorista da Viação Moretti e destacou os fortes laços de amizade e o convívio entre os idosos e idosas como o principal resultado da excursão.

Ela agradeceu, em nome de toda a equipe, ao prefeito Enivaldo dos Anjos e ao secretário municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves, pelo passeio proporcionado.

Mais depoimentos

“Obrigado por me receber aí, amo vocês.” Janete Barboza

“Chegar aos 60 anos assusta uma pouco: Nossa já estou idosa! Mas, confesso vocês, é um privilégio ter chegado nesta fase e ter oportunidade de participar deste projeto maravilhoso que nosso prefeito tem nos proporcionado, estou mim sentido o máximo, foi minha primeira excursão, sempre vou em Vitória e não conhecia estes lugares turísticos que visitamos, e através deste projeto conheci. Obrigada à equipe pelo carinho por cada idoso que fez está viagem.” Sirley

“Foi a primeira excursão que eu fui do projeto, adorei, foi maravilhoso, a próxima que houver quero ir de novo, se Deus quiser.” Iracilda

“Obrigada a toda a equipe por proporcionar a nós momentos maravilhosos, recomendo e não vou perder outra, se Deus permitir.” Sirley

Leia também

Novas faixas de pedestres foram feitas em frente ao bairro Ipiranga

Novas faixas de pedestres foram feitas nesta sexta-feira (1º), na Avenida Castelo Branco, mais precisamente em frente ao...

Concurso da Prefeitura de Barra de São Francisco: veja o Cronograma e valores das inscrições

  O concurso público da Prefeitura de Barra de São Francisco, com mais de 300 vagas, abrirá o período...

Link para inscrições para o concurso público da Prefeitura de Barra de São Francisco já está disponível; confira

O prefeito Enivaldo dos Anjos informou nesta terça-feira, 28, que o concurso público da Prefeitura de Barra de...

Homem sofre tentativa de homicídio em bar em Vila Pavão

Na tarde deste domingo (03), em Vila Pavão, um homem de 33 anos foi vítima de tentativa de...

Programa Calçamento Rural já liberou 27,3 mil m² de material para pavimentação em comunidades do interior

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos tem conseguido, junto ao Governo do Estado, acelerar...

Vigilância Ambiental promove palestra sobre doenças transmitidas pelo Aedes aegypti

Aconteceu na manhã e tarde desta sexta-feira, 1º de julho, na Escola Municipal de Ensino Fundamental José Francisco...