Seger inicia integração do módulo de compras do Siga ao e-Docs

Compartilhe

Nesta quarta-feira (08), parte das funcionalidades do módulo de compras do Sistema de Gestão Administrativa (Siga) passa a ser executada de forma integrada ao Sistema de Gestão de Documentos Arquivísticos Eletrônicos do Governo do Estado (e-Docs), tornando o procedimento mais ágil e fácil para os servidores que utilizam as ferramentas. A ação representa a primeira fase do projeto, que prevê outras entregas.

Antes dessa mudança, todos os documentos gerados por esse módulo do Siga tinham de ser inseridos manualmente no e-Docs, o que exigia tempo e atenção dos servidores. Agora, o envio de alguns deles já pode ser realizado automaticamente entre os sistemas. Basta o usuário seguir as instruções divulgadas no site www.portalsiga.es.gov.br, na aba “Informativos”.

“Essa iniciativa é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) e o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação (Prodest), com o objetivo de facilitar o trabalho dos servidores e, consequentemente, aumentar a eficiência administrativa. Novas atualizações estão sendo realizadas no módulo de compras, para que outros documentos e funcionalidades sejam adicionados à integração dos sistemas”, destacou a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro.

Os sistemas

O Siga é uma ferramenta corporativa, com abrangência em todos os órgãos e entidades do Executivo Estadual, que busca padronizar e conciliar eletronicamente os processos de gestão administrativa do Estado. Os benefícios gerados pela utilização do sistema são: unificação e especificação de itens do catálogo; formação de banco de preços; controle do processo de compras, dos contratos, convênios, assim como de bens de consumo, móveis e imóveis.

Já o e-Docs é o sistema corporativo de gestão de documentos eletrônicos, que contempla os procedimentos de autuação, despacho, tramitação, classificação, prazo de guarda, arquivamento e destinação final. A ferramenta traz diversos benefícios para a gestão pública, como agilidade no atendimento das demandas, redução de custos operacionais com deslocamento de processos por mensageria, otimização dos fluxos de trabalho, facilidade de acesso às informações, transparência e segurança dos dados.

Texto: Vitor Possatti

Leia também

Energia elétrica representa em média 23% do preço final da cesta básica

O custo da energia elétrica representa, em média, 23,1% do preço final da cesta básica no Brasil. A...

Feirão da EDP se encerra nesta quinta-feira (30)

  O Feirão de Negociação da EDP é uma oportunidade para que os clientes residenciais, rurais e cadastrados no...

Homem é preso após agredir a esposa e pisar no pescoço da filha em Vila Pavão

Um homem de 51 anos foi preso na tarde deste sábado (2) após agredir a esposa e a...

Hepatite: tudo o que você precisa saber

O que são as hepatites virais? As hepatites virais são um grave problema de saúde pública no Brasil e...

ES: vídeo mostra momento em que filho compra gasolina para incendiar corpo do próprio pai

Um vídeo registrado pela câmera de videomonitoramento de um posto de combustíveis no Sul do Espírito Santo mostra...

Governador confirma presença na inauguração da clínica de hemodiálise em Barra de São Francisco

A inauguração da Clínica Med.Álise Maura Maria de Paula foi confirmada pela empresária Josi Lopes e o prefeito...