Sefaz libera consultas à NFC-e na Agência Virtual

Os contadores e demais responsáveis por empresas no Espírito Santo já podem fazer consultas à Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), no ambiente da Agência Virtual. Podem ser consultados documentos com até 90 dias anteriores ao corrente mês.

“Este é mais um pedido da sociedade que conseguimos atender. Os responsáveis pelas empresas poderão fazer o download das NFC-e no ambiente da Agência Virtual e também a conferência do que está registrado pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), com o que foi informado pelos gestores das empresas”, explica o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

O recurso já está acessível. “O arquivo que está disponível para download na Agência Virtual apresenta os campos mais importantes do documento: chave eletrônica, valor total, data de emissão, valor da base de cálculo do ICMS, entre outros. Com esses dados, é possível ter mais controle sobre a conformidade das declarações fiscais”, destaca o gerente de Atendimento ao Contribuinte, Augusto Barbosa Gonçalves Dibai.

Dibai ressalta que deixar de escriturar documentos fiscais emitidos ou escriturá-los com inconsistência são situações sistematicamente monitoradas pela Receita Estadual. Portanto, esse novo repositório de informações é um importante recurso para que contadores e empresas evitem autuações.

Caminho simplificado

Os contadores e responsáveis por empresas que quiserem conferir as informações devem acessar a Agência Virtual e preencher o CPF já cadastrado na Sefaz. Feito isso, o usuário deverá escolher de qual empresa ele deseja fazer o download das NFC-e, conforme explicam os servidores da Gerência de Tecnologia da Informação e Comunicação (Getec) Eduardo do Nascimento e Antognoni de Albuquerque, que atuaram no projeto.

“É um caminho bem simples: clicando em ‘Consultas’ e, depois, ‘Nota Fiscal do Consumidor – NFC-e’ e selecionar o período desejado. O relatório é gerado em formato TXT e, em seu cabeçalho, constam as principais informações das notas”, explica Nascimento. Ele destaca que o usuário deve desbloquear o pop-up em seu navegador para obter o arquivo.

O gerente da Getec, Marcelo Azeredo Cornélio, ressalta o apoio da tecnologia para esses serviços. “Com o avanço da tecnologia, os desafios para disponibilização de serviços digitais crescem exponencialmente. A Getec tem buscado realizar entregas de qualidade por meio da modernização dos serviços fazendários para melhoria e apoio aos contribuintes e profissionais afins”, pontua.

 

Leia mais

Leia também