Sedu recebe cooperativas da Agricultura Familiar

As cooperativas que fornecem gêneros alimentícios para as escolas, por meio do Programa Agricultura Familiar, estiveram na Secretaria da Educação (Sedu), em Vitória, nesta quinta-feira (24), para agradecer a parceria e expor seus produtos. Neste período de Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs), as famílias dos alunos receberam cestas básicas como um suporte neste momento de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Com o investimento do Estado de quase R$ 12 milhões foram beneficiados 21.564 alunos, de 136 escolas.

Os representantes das cooperativas foram recebidos pelo o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, e pelo o subsecretário de Suporte à Educação, Aurélio Ribeiro. Na ocasião, Vitor de Angelo ressaltou a importância da entrega dos produtos às famílias dos estudantes, mesmo com a suspensão das aulas presenciais.

“Na posição em que estou, eu tenho a oportunidade de ver toda a cadeia, do início ao fim. Eu vejo tanto a alegria dos que produzem quanto dos que consomem. Uma mãe veio até mim para agradecer pessoalmente pelos alimentos que recebeu. Ouvi-la foi um momento muito emocionante, e eu disse que esse é um direito dela e de quem produz. O governador Renato Casagrande deu todo apoio a essa parceria. Os produtos da Agricultura Familiar têm a marca de um produtor que pessoalmente imprimiu ali, o seu sentimento, a sua história e seu tempo”, disse o secretário.

Os fornecimentos dos alimentos foram realizados por cinco associações e 12 cooperativas, de municípios como Alfredo Chaves, Santa Maria de Jetibá, Cariacica, São Mateus, Domingos Martins e outros.

O subsecretário Aurélio Ribeiro afirmou que tudo deu certo por causa da parceria, que foi muito dialogada. “O propósito é manter as famílias do campo, no campo, e com qualidade de vida, além de entregar aos alunos o melhor alimento possível. É muito prazeroso, enquanto servidor, presenciar essas contribuições. Vamos continuar com essa parceria e bastante diálogo para aumentar ainda mais as compras da Agricultura Familiar”, destacou.

Leia mais

Leia também