Sedu realiza Seminário Regional do Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes)

A Secretaria da Educação (Sedu) promoveu o primeiro Seminário Regional do Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), com a Superintendência Regional de Educação (SRE) Colatina. O tema abordado foi “O Regime de Colaboração com as Secretarias Municipais de Educação: Paes e suas Possibilidades”. A transmissão foi realizada pelo Zoom, na manhã desta terça-feira (1º).

Participaram do seminário o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo; o coordenador Estadual do Paes, Saulo Andreon; o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação, Vilmar Lugão de Britto; prefeitos e secretários municipais da SRE Colatina. Os municípios abrangidos são: Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Colatina, Governador Lindenberg, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã, Itaguaçu e Itarana.

O secretário Vitor de Angelo discorreu sobre o regime de colaboração. “Historicamente falando, a Sedu já havia feito um regime de colaboração com os municípios, datado dos anos 1970. Já havia, na época, um espaço para a relação com os municípios que permaneceram até a década de 1990, com a preocupação de obter, juntos, os melhores indicadores. Mas não havia uma estrutura coerente e sistêmica, até a implementação do Paes, em 2017”, disse.

O secretário ressaltou, com os representantes municipais, a importância de identificar a agenda, implementar e monitorar as respostas. “A nossa agenda é da alfabetização. Esse é o nosso desafio, que é uma política pública no regime de colaboração de ações, cada um com sua contribuição. É fundamental que isso seja feito por cada secretário de Educação municipal, com o auxílio do coordenador regional. Com a liderança de vocês e seus times, podemos fazer uma grande diferença para mitigar os impactos da pandemia. A alfabetização é uma das grandes agendas da educação. Contem conosco, com o Saulo Andreon e toda nossa equipe”, enfatizou Vitor de Angelo.

O coordenador Estadual do Paes, Saulo Andreon, conduziu o seminário e enfatizou: “o Paes parte do pressuposto que temos desafios em comum como educadores. É preciso que enxerguemos na mesma direção, independentemente da escola, seja ela urbana ou rural, de turno matutino ou noturno, porque elas têm uma coisa em comum: alunos do Estado do Espírito Santo, que merecem uma educação de melhor qualidade. Em conjunto, temos a chance muito maior de fazer o melhor. Foco na alfabetização e aprendizagem na idade certa.”

Paes 

O Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes) é uma iniciativa do Governo do Estado, com o objetivo de fortalecer a aprendizagem das crianças desde a Educação Infantil até as séries finais do Ensino Fundamental, desenvolvidas a partir do estabelecimento de um regime de colaboração entre o Estado e as redes municipais de ensino.

 

-->