Sedu realiza formação com representantes municipais que aderiram ao PROETI • SiteBarra

Sedu realiza formação com representantes municipais que aderiram ao PROETI

A Secretaria da Educação (Sedu), por meio da Assessoria Especial de Educação em Tempo Integral, realizou uma formação intensiva para representantes dos 41 municípios que aderiram ao Programa de Fomento à Implementação das Escolas Municipais de Ensino Fundamental de Tempo Integral (PROETI). A ação foi realizada nos últimos dias 21 e 22 de dezembro, no auditório da Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Agenor Roris, em Vila Velha.

Durante os dois dias de formação, os cursistas puderam se apropriar dos princípios estruturantes, das metodologias, dos instrumentos de gestão, das rotinas e práticas, bem como das diretrizes pedagógicas e operacionais que subsidiam a Educação em Tempo Integral nas escolas da Rede Estadual.

Todo o material apresentado pela equipe da Assessoria de Tempo Integral foi produzido e organizado considerando as especificidades do Ensino Fundamental – anos iniciais e anos finais, contendo propostas e sugestões para que os municípios possam aplicar o programa, conforme as particularidades e questões referentes ao território em que as escolas estão inseridas.

Além disso, foi organizada uma roda de conversa com a presença do subsecretário de Estado de Planejamento e Avaliação, Marcelo Lema Del Rio Martins; do coordenador do Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), Saulo Andreon; e das diretoras Kelly Lucas, do Centro Estadual de Ensino Fundamental em Tempo Integral (CEEFTI) Castelo Branco (Cariacica), e Mariana Campanha, do CEEFTI Galdino Antônio Vieira (Vila Velha).

Na ocasião, os cursistas puderam realizar questionamentos e tirar dúvidas acerca da aplicabilidade da Educação em Tempo Integral, das ferramentas e estratégias que podem ser utilizadas para que a modalidade de ensino possa ser implantada de maneira exitosa nos municípios. 

PROETI
 
A ação visa ao cumprimento da Meta 6 do Plano Nacional e Estadual de Educação, que tem o objetivo de ofertar a Educação em Tempo Integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da Educação Básica. Além do apoio financeiro, o Governo do Estado vai compartilhar com as secretarias municipais conhecimentos e recursos técnico-pedagógicos já consolidados pela Sedu.

O foco será a melhoria da aprendizagem do estudante em nível estadual, por meio das metodologias da Educação em Tempo Integral, bem como estabelecer uma estratégia conjunta de expansão dessa modalidade de ensino, desenvolvendo um modelo unificado e capixaba.

Tempo Integral na Rede Estadual

A Rede Estadual de Ensino oferta, atualmente, a Educação em Tempo Integral em 93 escolas. Nos últimos anos houve evolução na qualidade de escolas com a oferta de Tempo Integral: em 2020, com a implementação em um total de 26 escolas; e, em 2021, em 31 escolas, chegando ao dado atual de 93 escolas, um crescimento significativo, levando o Tempo Integral para 49 municípios do Espírito Santo.

A modalidade de ensino foi expandida para outros municípios, além da Região Metropolitana da Grande Vitória, atendendo, inclusive, à política de equidade e qualidade na educação pública capixaba, levando essa oferta para todos os municípios. Essa iniciativa gerou aumento no número de matrículas e ocupação nas escolas da Rede Estadual. Aproximadamente, 11 mil matrículas em 2019 (com 61% de ocupação) para mais de 30 mil matrículas em 2021 (com quase 83% de ocupação).

Em 2022, o Governo vai implantar na Rede Estadual mais 40 escolas de Tempo Integral, totalizando 132 unidades com essa oferta de ensino.