Sedu ofertou mais de 50 mil vagas de formação continuada para profissionais da educação em 2020

A Secretaria da Educação (Sedu) apresentou o balanço geral da formação continuada ofertada para os profissionais da educação das redes estadual e municipal no ano de 2020. Foram mais de 50.700 vagas, distribuídas em 27 ações formativas.

A equipe técnica da Gerência de Estudos, Pesquisa, Qualificação e Desenvolvimento dos Profissionais do Magistério (Geped) foi responsável por dez iniciativas, totalizando 12 ofertas que objetivaram qualificar o trabalho docente na educação básica, por meio da apropriação e da problematização de diferentes elementos que permeiam a prática pedagógica e as aprendizagens dos estudantes.

Já a equipe da Gerência de Qualificação Profissional (Gepro) atuou em oito ações, destinadas à formação continuada dos servidores da educação, aprimorando as competências individuais e profissionais para a execução das atividades educacionais e de gestão.

O Sedu Digital, por sua vez, ofereceu nove formações que buscaram desenvolver a apropriação tecnológica dos professores e o uso das ferramentas digitais disponíveis nas escolas, tanto para ensino remoto quanto para o híbrido.

As duas primeiras equipes estão vinculadas ao Centro de Formação dos Profissionais da Educação do Espírito Santo (Cefope) e a terceira à Assessoria de Tecnologia da Informação. Todas fazem parte da Subsecretaria de Planejamento e Avaliação e desenvolvem, junto com diferentes setores da Sedu, o Programa de Qualificação dos Profissionais da Educação do Espírito Santo, instituído pelo Governo do Estado no ano de 2019.

As ofertas para o ano de 2021 estão em fase de planejamento e começarão no final deste mês, com a ação formativa para os profissionais das escolas de Educação em Tempo Integral.

Confira o detalhamento do andamento de cada ação de 2020 no site https://formacoes.sedu.es.gov.br/

 

Leia mais

Leia também