Sedu anuncia aulas de reforço em todas as Escolas da Rede Estadual no segundo semestre

Durante coletiva de imprensa, realizada na manhã desta terça-feira (13), o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, anunciou algumas novidades para o segundo semestre letivo nas Escolas da Rede Pública Estadual. Aulas de reforço e recuperação em todas as unidades de ensino é a principal ação, que integra o Programa de Fortalecimento da Aprendizagem.

Durante a coletiva, o secretário também divulgou os resultados das Avaliações Diagnósticas realizadas em 2020 e 2021. Segundo Vitor de Angelo, o objetivo da ação foi diagnosticar as aprendizagens e as habilidades desenvolvidas pelos estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio, nas diversas disciplinas.

As ações do Programa de Fortalecimento da Aprendizagem foram planejadas diante dos resultados das Avaliações Diagnósticas. “Para nós, foi muito importante saber o quanto cada estudante aprendeu, por componente curricular, série, modalidade, entre outros, para entrar com a intervenção pedagógica”, disse Vitor de Angelo.

A partir dos resultados foi possível estruturar as seguintes ações:

– Análise detalhada dos resultados por componente curricular, descritor, aluno, turma, turno, série, escola e superintendência pelas equipes da Sedu Central e escolas;

– Readequação Curricular, tendo como foco as habilidades estruturantes;

– Implementação do Programa de Fortalecimento da Aprendizagem;

– Materiais de apoio de fortalecimento da aprendizagem, elaborados pela Gerência de Educação Infantil e Ensino Fundamental (GEIEF) e Gerência de Ensino Médio (GEM);

– Aulas de reforço e recuperação em todas as escolas – contratação de professores de Língua Portuguesa e Matemática, com um investimento de R$ 3 milhões.

A subsecretária de Educação Básica e Profissional da Sedu, Andrea Guzzo, falou sobre o Fortalecimento da Aprendizagem. “A recuperação é incidir do ponto de vista dos resultados avaliativos como os trimestrais e do final dos semestres. Queremos que os alunos não tenham lacunas de aprendizagem, sejam aprovados e continuem aprendendo. O principal objetivo é a aprendizagem dos estudantes”, disse.

Entre as outras ações já anunciadas pela Sedu e que estão em andamento está a entrega de 60 mil chromebooks aos estudantes do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), um investimento de mais de R$ 100 milhões e a destinação de recursos aos professores para a aquisição de computadores e pacote de dados, projeto que está sendo realizado por adesão e que pode beneficiar cerca de 15 mil professores, com investimento de mais de R$ 55 milhões. 

O secretário ressaltou ainda que o Governo do Estado, por meio da Sedu, implementou estratégias e ações na pasta da Educação, logo no início da pandemia. “A nossa Rede foi uma das que mais se estruturou na pandemia. Criamos o Programa Escolar, a Plataforma Escola Segura e os protocolos de segurança para a volta às aulas presenciais. Essas foram algumas das iniciativas do Estado para mitigar os impactos já previstos”, afirmou Vitor de Angelo.

PERCENTUAL DE ACERTO POR COMPONENTE CURRICULAR

ENSINO FUNDAMENTAL: 

Matemática, Língua Portuguesa e Ciências

Geografia, História e Língua Inglesa

ENSINO MÉDIO 

Matemática, Língua Portuguesa e Língua Inglesa

Biologia, Física e Química

Geografia, Filosofia, História e Sociologia


Leia mais

Leia também