Sedes realiza missão de negócios on-line com empresas do Rio Grande do Sul

Dando continuidade às atividades de atração de novos investidores para o Espírito Santo, a Subsecretaria de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, da Secretaria de Desenvolvimento (Sedes), realizou uma missão de negócios on-line com empresas sediadas no Rio Grande do Sul. Ao todo, seis companhias participaram das reuniões desde a última semana.

O subsecretário de Estado para Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Gabriel Feitosa, explica que as missões estão previstas no planejamento estratégico do Governo do Estado, e que seriam realizadas por meio de visitas técnicas. No entanto, a modelagem precisou ser adaptada por causada necessidade de distanciamentosocial para o enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“No ano passado realizamos três missões de negócios. Este ano, várias visitas estavam agendadas e uma delas seria feita no Rio Grande do Sul. No entanto, estamos vivendo um novo momento e decidimos adaptar este trabalho para o modelo on-line. Os resultados foram muito satisfatórios. Mesmo de forma virtual, conseguimos mostrar as potencialidades oferecidas pelo Estado, e vamos intensificar esta tarefa com o intuito de convencer os empresários a realizarem seus investimentos aqui”, comenta Gabriel Feitosa.

O mapeamento realizado pela Sedes para identificar potenciais empresas a serem abordadas, buscando a sua atração, é baseado em uma escala de avaliação que vai de zero (possibilidade nula de vir para o Espírito Santo) a três (muito provável sua vinda). As empresas que se classificam entre as posições de “provável” e “muito provável” recebem visita presencial de representantes da Secretaria.

Trata-se de uma importante fase para que a intenção se transforme em decisão, que começa com a visita e é sucedida pelo acompanhamento ativo, que é a terceira fase do trabalho. Assim, o empresário recebe informações relevantes para subsidiar sua decisão, momento que a Sedes assegura a remoção de obstáculos para a sua vinda.

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, explica que as missões de negócios contribuem para o fortalecimento da economia local. “O que buscamos neste tipo de missão é atrair empresas que já tenham algum tipo de relação com o Espírito Santo, seja por meio de fornecedores ou serviços, por exemplo. Com as missões, buscamos atrair essas empresas para o Estado, no sentido de adensar a nossa cadeia produtiva local e alavancar a geração de empregos”, defende.

Leia mais

Leia também