Sedes aborda investimentos do setor de petróleo e gás natural durante evento virtual

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, participou, nessa terça-feira (28), do evento on-line de lançamento da Rota Estratégica para o Futuro da Indústria – Petróleo e Gás Natural 2035. O encontro reuniu mais de 150 participantes e foi promovido pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial do Espírito Santo (Ideies). 

O Rota Estratégica para o Futuro da Indústria – Petróleo e Gás Natural 2035 é um estudo direcionado para garantir o desenvolvimento do setor. Nesse sentido, o secretário Marcos Kneip citou as ações de apoio do Governo do Estado para o desenvolvimento da cadeia de petróleo e gás natural. Dentre as atividades citadas destaca-se a criação dos fundos oriundos do acordo de unificação dos campos de exploração do Parque das Baleias, o Fundo Soberano e o Fundo de Obras e Infraestrutura Estratégica para o Desenvolvimento do Espírito Santo. 

“O Governo do Estado, pensando a longo prazo, criou os dois fundos de unificação. Parte dos recursos do Fundo Soberano vai para uma poupança e a outra parte é investido em indústrias e projetos estruturantes para o desenvolvimento do Espírito Santo”, disse Kneip.

Em sua apresentação, o secretário apontou mais atuações do Governo do Estado para a melhoria do setor e a geração de renda e emprego para os capixabas, entre elas a assinatura do contrato de concessão da Companhia de Gás do Espírito Santo (ES Gás). “A empresa anunciou investimentos de R$ 300 milhões para serem realizados em dez anos, e também prevê investimento em um gasoduto de distribuição em Linhares. Além disso, é importante destacar a parceria entre o Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) e o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), que viabilizou investimentos de cerca de R$ 40 milhões para uma empresa de campo de petróleo onshore, em Aracruz”, afirmou o secretário de Desenvolvimento.

Já o secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, José Mauro Ferreira, abordou o tema “Perspectivas e desafios do setor de petróleo e gás”. 

“Entende-se que esses setores serão fundamentais para a retomada econômica em nível nacional após a pandemia. É importante destacar também que o Brasil será um dos cinco maiores produtores e exportadores de petróleo nos próximos dez anos e o Estado do Espírito Santo tem um grande potencial para a produção de petróleo e gás natural e de atração de investimentos para esse setor, seja em infraestrutura de escoamento, de refino ou de infraestrutura de distribuição de combustíveis”, afirmou José Mauro Ferreira. 

Texto: Carolina Moreira

Leia mais

LGPD pode entrar em vigor ainda em agosto e provocar mudanças no setor empresarial maranhense

Mesmo tendo que se preocupar com o fluxo de caixa por conta redução da atividade econômica, o setor empresarial do Maranhão corre para se...

Exportações do Agronegócio em maio somam US$ 10,9 bilhões

– Foto: Reprodução O agronegócio brasileiro registrou valor recorde nas exportações de maio com US$ 10,9...

Leia também