Secult divulga novo resultado de suplentes da 1ª fase do Edital Emergencial da Cultura

A Secretaria da Cultura (Secult) divulgou no Diário Oficial do Estado, desta quarta-feira (03), o Ato de Convocação de novos proponentes suplentes da primeira etapa do Edital Emergencial da Cultura, e que pode ser conferido AQUI. Os proponentes terão até a próxima quarta-feira (10) para enviar uma lista de documentos (ver lista abaixo) ao e-mail: editaisfuncultura@secult.es.gov.br, para posterior assinatura digital do Termo de Compromisso. 

A comissão dos Editais ressalta que é preciso indicar o nome completo do proponente, para imediata identificação e que o Termo de Compromisso será preenchido pela Secult e encaminhado ao selecionado para assinatura digital, após a confirmação de recebimento da documentação, de acordo com orientações que serão dadas posteriormente. Não serão aceitos documentos com irregularidades ou a não apresentação de toda a documentação.

Confira a lista de documentos

Pessoa Física:

  1. Cópia da Cédula de Identidade.
  2. Cópia do CPF.
  3. Cópia do comprovante de residência no Estado do Espírito Santo, sendo um do exercício atual (do mês de comparecimento à Secult) e outro datado de 02 (dois) anos ou mais, em nome do proponente (conta de água, energia, telefone, condomínio e outros comprovantes aceitos pela Comissão que comprovem efetivamente a residência). Não serão aceitos comprovantes de endereço em nome de terceiros.
  4. Prova de regularidade com a Fazenda Pública Federal (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet).
  5. Prova de regularidade com a Fazenda Pública Estadual do Espírito Santo (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet).
  6. Prova de regularidade com a Fazenda Pública Municipal do domicílio do proponente (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet).
  7. Prova de regularidade de com a Justiça Trabalhista, comprovando a inexistência de débitos trabalhistas (que poderá ser obtida nos sítios oficiais do Tribunal Superior do Trabalho, Conselho Superior da Justiça do Trabalho e Tribunais Regionais do Trabalho, na internet).
  8. Indicação do banco, agência e conta bancária, preferencialmente do Banco Banestes, através de cópia de documento em que constem essas informações (cartão, extrato, etc) para depósito e movimentação dos recursos transferidos pelo Funcultura, para fins deste Edital. Não é permitida a indicação de conta salário.

 Pessoa Jurídica – somente MEI:

  1. Cópia do registro como MEI;
  2. Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ;
  3. Cópia da Cédula de Identidade do representante legal da PJ;
  4. Cópia do CPF do representante legal da PJ;
  5. Cópia do comprovante de que a empresa está sediada no Estado do Espírito Santo, em nome da empresa proponente (conta de água, energia, telefone, e outros comprovantes aceitos pela Comissão). Não serão aceitos comprovantes de endereço em nome de terceiros;
  6. Prova de regularidade com a Fazenda Pública Federal (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet);

7.Prova de regularidade com a Fazenda Pública Estadual do Espírito Santo (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet);

8.Prova de regularidade com a Fazenda Pública Municipal do domicílio ou sede da pessoa jurídica proponente (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet);

  1. Prova de regularidade com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS (que poderá ser obtida nos sítios oficiais na internet);

10.Prova de regularidade de com a Justiça Trabalhista, comprovando a inexistência de débitos trabalhistas (que poderá ser obtida nos sítios oficiais do Tribunal Superior do Trabalho, Conselho Superior da Justiça do Trabalho e Tribunais Regionais do Trabalho, na internet);

  1. Indicação do banco, agência e conta bancária, preferencialmente do Banco Banestes, através de cópia de documento em que constem essas informações (cartão, extrato, etc) para depósito e movimentação dos recursos transferidos pelo Funcultura, para fins deste Edital. Os contemplados que indicarem documentos de MEI deverão indicar conta de pessoa jurídica (com CNPJ).

Edital Emergencial da Cultura

 Elaborado para amenizar os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) no setor cultural, a Secretaria da Cultura lançou o primeiro edital da Cultura de 2020 no mês de abril. Em caráter emergencial, a seleção contemplará 300 prêmios de R$ 1.200,00, divididos em propostas a serem realizadas on-line e apresentações presenciais após o fim do Estado de Emergência em Saúde Pública no Espírito Santo. Os recursos são do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura) e farão parte de uma programação executada e divulgada pela Secult.

Confira mais informações do Edital Emergencial da Cultura neste LINK. Contato para dúvidas: (27) 3636-7115/ 3636-7116

Leia mais

Rede de Ouvidoria realiza videoconferência para capacitação em transparência pública

A Rede de Ouvidoria do Estado realizou a sua primeira reunião do ano na tarde desta...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo quente e seco, nesta segunda-feira (27)

Nada muda e o tempo quente e seco continua predominando sobre a região Centro-Oeste do país, nesta segunda-feira (27), em Mato Grosso, Mato Grosso...

Queda de árvore mata vacas no interior de Mantena – MG

O temporal que caiu na tarde desta quinta-feira, 08 de outubro de 2020, em Mantena – MG, deixou vários estragos e prejuízos na zona...

Região Sul tem aumento de 16% no número de candidaturas a prefeitos e vereadores

Foi dada a largada para as eleições municipais de 2020. Este ano, o início da propaganda eleitoral foi postergado para o dia 27 de...

Leia também

Mudança na CLT propõe mesma regra do presencial para home office

Um Projeto de Lei apresentado na Câmara dos Deputados prevê que a jornada de trabalho no regime de home office atenda às mesmas normas...

Proposta altera Orçamento de 2020 para cobrir gasto extra de R$ 3 bi do seguro-desemprego

O Poder Executivo enviou ao Congresso Nacional uma proposta para reforçar com quase R$ 3 bilhões os pagamentos de seguro-desemprego devido à pandemia da...

Justiça condena ex-prefeito do Amazonas por improbidade administrativa

A Justiça Federal condenou Joaquim Neto Cavalcante Monteiro, ex-prefeito de Eirunepé (AM), por improbidade administrativa. Segundo a Justiça, ele omitiu a prestação de contas...

Programa Dinheiro Direto na Escola libera R$ 525 milhões para educação

A educação brasileira deverá receber um incentivo de R$ 525 milhões nos próximos meses. O valor já havia sido anunciado em setembro, mas agora...