Sectides participa de evento internacional sobre atração de investimentos

Representantes da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides) participaram do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF), realizado nos dias 31 de maio e 01 de junho. O evento com foco na atração de investimentos estrangeiros para o Brasil contou com programação on-line e o Governo do Estado apresentou as potencialidades do território capixaba em um painel que reuniu CEOs de importantes multinacionais, autoridades e executivos de grandes empresas do Brasil e estrangeiras. Mais de 150 possíveis investidores foram prospectados durante os dois dias do encontro on-line.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, esteve presente durante o painel e afirmou que as potencialidades do Estado e o Fundo Soberano do Espírito Santo (Funses) foram apresentados com sucesso. “Este é o maior evento de investimentos estrangeiros da América Latina. O BIF reuniu executivos de grandes empresas de diversas partes do mundo. Conseguimos prospectar mais de 150 empresas em menos de 24 horas. Agora, nosso propósito é aprofundar estes contatos, apresentar o potencial do Estado e incentivar os interessados a trazer seus projetos e investimentos para o Estado. Gerar emprego e renda para os capixabas é o desejo do nosso governador Renato Casagrande e estamos trilhando este caminho”, pontuou Hoffmann.

Além de painéis de discussão de alto nível, o evento contou com uma sala de apresentação de projetos públicos e privados no Brasil, voltada para aqueles que estão buscando aporte de investimentos e oportunidade de networking com representantes de governos estaduais e participantes.

O subsecretário de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Gabriel Martins Feitosa, destacou que o Estado teve a chance de apresentar o Funses e esclareceu dúvidas dos participantes. “Durante o evento adotamos um modelo de prospecção ativa e fizemos contato com mais de 150 empresas e vamos fazer o follow up apresentando as potencialidades do Estado. Para alcançar este resultado, mobilizamos a equipe por áreas específicas, como energia renovável, por exemplo, para ser mais assertivo e assim conseguimos alcançar um número relevante de empresas em pouco tempo. Pegamos o contato de todos os executivos que demonstraram interesse no Estado e vamos avançar fazendo contato além da plataforma do evento”, completou Feitosa.

A gerente de Novos Negócios da Sectides, Christiane Vargas Menezes, destacou que, além das empresas prospectadas, também foram realizadas 12 reuniões simultâneas, sendo duas com representantes de Câmaras de Comércio Brasil-Canadá e do Brasil-Catalunya. “O time da Sectides foi bem preparado para atuar no evento e esse foi o diferencial. Os participantes tinham o mínimo de conhecimento do Estado, alguns sinalizaram interesse em função da posição estratégica do Estado e outros fizeram contato por saber sobre o bom ambiente de negócios. Agora, estamos agendando novas reuniões para apresentar o portfólio do Estado. Cada empresa contactada é mais uma que pode se tornar um potencial investidor ou indicar o Estado para outro investidor”, disse a gerente.  

O evento internacional foi organizado pela Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo Federal.