Secretário de Saúde alerta para risco de epidemia de dengue no Espírito Santo

Compartilhe

O Espírito Santo poderá enfrentar uma epidemia de dengue em 2022. O alerta é feito pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, que deu aviso: o objetivo, neste momento, deve ser eliminar focos e combater a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença.

“Isso implica em um novo alerta à população, pois, caso ocorra uma epidemia de dengue, todas as medidas já conhecidas, de remoção de água parada, de vigilância das arboviroses (doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti) precisam ser redobradas por todos. Inclusive, a observação de quadros de febre, com com manchas, com dor de cabeça atrás dos olhos, precisa estar no leque do diagnóstico dos profissionais de saúde e das suspeitas da própria população”, declarou Nésio Fernandes.

Conforme explicou o secretário, desde 1995, as epidemias de dengue ocorrem no Brasil em ciclos, que se repetem a cada três ou cinco anos. Como desde 2018 o estado não enfrenta uma epidemia significativa da doença, há uma possibilidade de que ela ocorra nos primeiras quatro meses deste ano.

Em 2021, o estado registrou 15.230 casos suspeitos de dengue, além de 3.163 casos de chikungunya.

As prefeituras da Grande Vitória informaram que têm intensificado o trabalho das equipes de vigilância ambiental para combater focos do mosquito.

  • Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;
  • Tirar água dos pratos de plantas;
  • Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;
  • Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa
  • Reservar água;
  • Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;
  • Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas;
  • Tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos;
Equipes de combate à dengue vistoriam casas para eliminar focos do mosquito na Serra, ES

Equipes de combate à dengue vistoriam casas para eliminar focos do mosquito na Serra, ES

Leia também

‘Nunca namorei um rapaz’, revela Gil do Vigor, que busca namorado no Mais Você

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O economista Gil do Vigor, 30, participou na manhã desta quarta-feira (11) do...

Ossuário será implantado no cemitério de Barra de São Francisco

O prefeito Enivaldo dos Anjos anunciou nesta quarta-feira, 11, que o cemitério municipal no bairro Irmãos Fernandes deverá...

Piso da enfermagem, brasileiro já pagou mais de R$ 1 tri em impostos e eliminação da malária até 2035

No episódio desta semana, o podcast Giro Brasil 61 comenta o piso salarial da enfermagem, que foi aprovado...

Rede policial do Ministério da Justiça intensificará combate ao crime organizado e outros delitos

Uma iniciativa que contribui para integrar conhecimentos das polícias federais e das civis de todo o país, e...

Senado e Câmara discutem ações para o combate ao preço alto dos combustíveis

Após ser escolhido como novo ministro de Minas e Energia, a primeira medida do economista Adolfo Sachsida foi...

Projeto Avivar terá sede no Nova Barra

A coordenadora do Projeto Avivar, professora de Educação Física e personal trainer, Cleidmar Rezende, a Cleidinha, esteve visitando...

Inmet prevê geada, neve e avanço do frio em cidades brasileiras

A semana começará com geada na Campanha Gaúcha; neve em Santa Catarina e na Serra Gaúcha; frio adentrando...

RJ: polícia prende suspeitos de assassinar papiloscopista

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu ontem (15) quatro suspeitos de envolvimento no assassinato de papiloscopista...