Secretário de Estado dos EUA e chanceler do Canadá se reúnem com Guaidó


Sputnik O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, se reuniu com Juan Guaidó nesta terça-feira (2) no Canadá, para supostamente discutir o fornecimento de ajuda humanitária à Venezuela, que sofre uma crise econômica há anos, bem como o fornecimento de vacinas contra a Covid-19.

A informação foi publicada pela Reuters, que ouviu quatro pessoas para confirmar a notícia. Este foi o contato de Guaidó com a autoridade norte-americana de mais alto escalão desde que Joe Biden assumiu a Casa Branca, em 20 de janeiro.

O Departamento de Estado dos EUA não respondeu a um pedido de comentário da agência.

Um funcionário da Casa Branca disse à Reuters no último fim de semana que o governo Biden “não tem pressa” em suspender as sanções aplicadas pelos EUA contra a Venezuela durante o governo Trump. Biden, no entanto, consideraria flexibilizá-las caso Maduro mostrasse que está pronto para negociar seriamente com a oposição.

Pelo Twitter, o ministro das Relações Exteriores do Canadá, Marc Garneau, disse que também conversou com Guaidó nesta terça-feira (2).

“O Canadá está empenhado em fortalecer a democracia em nosso hemisfério e em todo o mundo. Eu falei com Guaidó para expressar a solidariedade do Canadá com o povo da Venezuela enquanto enfrentam a pandemia de COVID-19 e para reiterar o apoio do Canadá ao retorno da democracia para a Venezuela”, disse.

Os EUA, o Canadá e dezenas de outros países reconheceram Guaidó como o líder legítimo da Venezuela em janeiro de 2019 depois que o opositor, então líder da Assembleia Nacional, se autoproclamou presidente interino da Venezuela, argumentando que a reeleição do presidente Nicolás Maduro em 2018 havia sido fraudulenta.

Em resposta, Maduro argumentou que Guaidó é um fantoche dos EUA que busca tomar a presidência da Venezuela com um golpe.

Juan Guaidó

Juan Guaidó (Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)

Leia mais

Leia também