Secretário de Estado dos EUA ataca a China, que estaria agindo de maneira mais “repressiva” e “agressiva”


Sputnik – O secretário de Estado dos Estados Unidos Antony Blinken, responsável pela condução da política externa, disse em entrevista neste domingo (2), que a China “é o único país do mundo que possui capacidade militar, econômica e diplomática para minar ou desafiar a ordem baseada em regras que nós nos importamos tanto e estamos determinados a defender”

O secretário de Estado enfatizou que o propósito dos EUA é “defender essa ordem baseada em regras que a China está desafiando”, disse Blinken ao programa 60 Minutes, da CBS.

​No entendimento do chefe da diplomacia dos Estados Unidos, a China acredita que pode ser e deve ser o “país dominante” no mundo, desafiando, assim, os interesses dos EUA. E, na perseguição a esse objetivo, Pequim, de acordo com ele, tem demonstrado um comportamento mais agressivo.

“Acho que o que nós temos testemunhado nos últimos vários anos é a China agindo mais repressivamente em casa e mais agressivamente no exterior. Isso é um fato.” 

Apesar dos desafios impostos pelos chineses a essa ordem mundial dominada por Washington e do aumento das tensões entre os dois países, o secretário de Estado afirma, por outro lado, não acreditar na possibilidade de ocorrer um conflito aberto entre EUA e China, uma vez que isso não seria do interesse de nenhuma das partes.

Autoridades de EUA e China durante reunião em Anchorage, no Alasca

Autoridades de EUA e China durante reunião em Anchorage, no Alasca (Foto: Reuters)

Leia mais

Leia também