Secretaria de Governo: Monitoramento dos Impactos da Covid-19

Secretaria de Governo: Monitoramento dos Impactos da Covid-19

– Foto:
Segov

Balanço da atuação no CCOP e dos atendimentos diretos a Estados e Municípios durante a crise e também algumas MPs e PLs articulados ou vitórias aí na intermediação de recursos e equipamentos

• Mais de R$ 5 bilhões de recursos financeiros já distribuídos pelo Fundo Nacional da Saúde para Estados e Municípios.

• Lei Complementar nº 172: flexibilização no uso de recursos da saúde (transposição e transferência de saldos financeiros) com vistas a otimizar os recursos financeiros disponíveis para financiamento das ações e serviços públicos em saúde no enfrentamento da pandemia neste ano.

• Lei nº 13.995, de 5 de maio de 2020: prestação de auxílio financeiro pela União às santas casas e hospitais filantrópicos, sem fins lucrativos, que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS), no exercício de 2020, com o objetivo de permitir-lhes atuar de forma coordenada no combate à pandemia da Covid-19.

A União entregará às santas casas e hospitais filantrópicos, por meio dos fundos de saúde estaduais, distrital ou municipais com os quais estejam contratualizados, auxílio financeiro emergencial no montante de até R$ 2 bilhões.

• Mais de 66 milhões de itens de Equipamentos de Proteção Individual –EPIs (Máscaras cirúrgicas; Máscara N95; Álcool em gel (L); Avental; Luvas; Óculos e Protetor Facial; Sapatilha e Touca) já distribuídos para os entes federativos.

• Mais de 4,4 milhões de testes rápidos distribuídos aos Estados.

• Mais de 400 respiradores distribuídos aos Estados.

• MP 938: apoio financeiro pela União aos entes federativos que recebem recursos do Fundo de Participação dos Estados – FPE e do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, com o objetivo de mitigar as dificuldades financeiras decorrentes do estado de calamidade pública.

• Pagamento das 2 primeiras parcelas: (i) R$ 952 milhões aos Estados; e (ii) R$ 1.015 milhões aos Municípios.

• MP 953: R$ 2,55 bilhões para o Fundo Nacional de Assistência Social com vistas a fortalecer a rede do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, fundamental para manter o Cadastro Único atualizado e assim identificar o público alvo dos programas, bem como para prestar assistência para pessoas mais humildes.

•  Portaria do Ministério da Cidadania nº 369, de 29 de abril de 2020: repasse financeiro emergencial de recursos federais para a execução de ações socioassistenciais e estruturação da rede do SUAS.

o Portaria do Ministério da Cidadania nº 378, de 7 de maio de 2020: repasse de recurso extraordinário do cofinanciamento federal do SUAS para incremento temporário na execução de ações socioassistenciais nos estados, Distrito Federal e municípios.

• PLP 39/2020 (em fase de sanção): R$ 60 bilhões de auxílio financeiro que a União entregará aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios em 4 parcelas para aplicação em ações de enfrentamento à Covid-19 e para mitigação de seus efeitos financeiros.

R$ 10 bilhões de reais para ações de saúde e assistência social, sendo: (a) R$ 7 bilhões aos Estados e ao Distrito Federal; e (b) R$ 3 bilhões aos Municípios;

R$ 50 bilhões, da seguinte forma: (a) R$ 30 bilhões aos Estados e ao Distrito Federal; e (b) R$ 20 bilhões aos Municípios.

• Lei nº 13.987, de 7 de abril de 2020: autoriza, em caráter excepcional, a distribuição de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas de educação básica durante o período de suspensão das aulas em razão de situação de emergência ou calamidade pública.

• MP 963: R$ 5 bilhões para o Programa “A Hora do Turismo”, que visa a concessão de financiamento ao setor de turismo no âmbito do Fundo Geral de Turismo (FUNGETUR).

Os recursos serão aplicados nas seguintes modalidades: a) Financiamento de capital de giro emergencial; e b) Financiamento para investimentos em capital fixo, tais como bens e equipamentos; obras civis para implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos turísticos, cujo objetivo é a adaptação para as novas exigências do mercado.

Pátria Voluntária

Com o objetivo de congregar esforços ao combate da Covid-19 e seus efeitos, a Secretaria Especial de Articulação Social (Seas) vem realizando o levantamento, junto às organizações internacionais e da sociedade civil, de possibilidades de cooperação com o objetivo de combater a pandemia, buscando soluções para superar seus efeitos. A prioridade é direcionar esforços aos grupos de riscos e populações vulneráveis. Sendo assim, as ações, em sua maioria, buscaram integração com a atuação do Programa Pátria Voluntária, coordenado pela Casa Civil, o qual também é integrado pela Secretaria de Governo.

Nesse sentido, destacam-se as seguintes iniciativas:

– Mobilização e sensibilização dos setores empresariais e instituições privadas a contribuírem com a Arrecadação Solidária, que envolve a oferta de um serviço ou produto à sociedade;

– Articulação com organizações de ajuda humanitária como, a Cruz Vermelha Brasileira para o alinhamento de ações, e os Médicos Sem Fronteiras com a finalidade de capacitar profissionais de saúde de instituições de longa permanência;

– Tratativas com a Fundação Amazônia Sustentável para viabilização de execução de ações junto aos Povos e Comunidades Tradicionais da região amazônica;

– Mapeamento e levantamento de instituições de longa permanência, em todo o território nacional, para o recebimento de doações angariadas pelo Pátria Voluntária;

– Atendimentos à Sociedade Civil e seus representantes;

– Missão à Terra Indígena Haliti-Paresí, Campo Novo do Parecis, Mato Grosso para visitação a áreas agrícolas e áreas de potencial turístico.;

– Articulação para desembargo das áreas da Terra Indígena Raposa Serra do Sol (Sodiurr) e sobre a implantação da Universidade Federal Indígena de Roraima (UFIRR);

– Atendimentos aos indígenas da Finpat e Mupoiba;

– Ações voltadas para desintrusão da Terra Indígena Apyterewa; 

– Garimpeiros Serra Pelada – Seleção das entidades representativas para participação em reunião devolutiva;

– Atuação no Comitê Interfederativo de Mariana – CIF;

– Interlocução com Bancada Federal do Mato Grosso sobre processos de regularização fundiária de propriedades rurais.

Destaca-se também o apoio na construção do projeto de inclusão digital e socioprodutiva de comunidades e povos tradicionais. O projeto será submetido ao Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. O projeto terá 3 frentes: inclusão digital, capacitação das comunidades e auxílio à agricultura familiar. 

Foram apuradas 49 comunidades a serem beneficiadas. 

No que tange ao apoio ao Centro de Coordenação de Operações do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 (CCOP), a Seas apresentou ferramentas de gestão de ações ao enfrentamento da COVID-19 desenvolvidas por empresas da Coalizão do Pacto Global, braço do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). 

Os órgãos que compõem o CCOP estão avaliando as possibilidades de utilização das ferramentas. 

A atuação da Seas no Centro de Coordenação de Operações do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 (CCOP), permitiu a articulação com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos em ações junto aos Povos e Comunidades Tradicionais no âmbito do Plano de Contingência às Populações Vulneráveis, abastecimento de alimentos para populações indígenas junto à Funai, MMFDH, Ministério da Cidadania e Conab e a estruturação de projeto voltado para inclusão digital e inclusão socioprodutiva para PCT no âmbito do Plano de Contingência para atendimento a 49 comunidades, 29.843 famílias em sete Estados da Federação com aplicação de recursos na ordem de R$ 15 milhões.

 

Pautas Legislativas

Projeto de Lei n° 1066, de 2020 – Auxílio emergencial, Coronavoucher

Social – Desenvolvimento social e combate à fome. 

Altera a Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, para dispor sobre parâmetros adicionais de caracterização da situação de vulnerabilidade social, para fins de elegibilidade ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), e estabelece medidas excepcionais de proteção social a serem adotadas durante o período de enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus.

Emenda Constitucional Nº 106 (Orçamento de guerra – 

Institui regime extraordinário fiscal, financeiro e de contratações para enfrentamento de calamidade pública nacional decorrente de pandemia.

 

Atuação da Secom no CCOP 

O Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 foi instituído no dia 16 de março com o objetivo de articular e monitorar as ações interministeriais de enfrentamento ao Coronavírus (Covid-19).

Resumo em número das ações realizada:

• Ações ministeriais mapeadas: 1.837

• Publicações nos perfis da Presidência nas redes sociais: + de 3.300

• Matérias publicadas no portal gov.br: 624

• Coletivas realizadas no Palácio do Planalto: 37

• Comunicados Interministeriais produzidos: 39

• Boletins com análise de mídia produzidos 25

• Campanha publicitária: 1 campanha com 3 flights

 

1. Relatório Executivo para o comitê (Documento interno)

Características do produto

• Documento interno (da Secom para o Comitê)

• Deve ser breve e objetivo

• Seguir padrão .txt para a lista de distribuição (Whatsapp)

• Recorte temporal: das 18h (dia anterior) às 8h (dia da entrega)

• Hora e frequência de entrega: 9h30 (diariamente – Articulação/Comitê/Lista de distribuição)

Estrutura do documento

• Destaques: trazer fatos que merecem ser destacados no Comitê Executivo;

• Imprensa: elencar “3” pontos positivos e “3” pontos negativos que foram divulgados

• Expectativa de repercussão para o dia: assuntos que podem render na imprensa e nas redes

• Redes Sociais: monitoramento dos trending topics no Twitter, mapeamento de assuntos abordados por usuários nas redes e suas dúvidas mais comuns e “3” grandes destaques

• Agendas: destacar agendas previstas para o dia como eventos, coletivas, entrevistas etc.

2. Comunicado Interministerial (Documento público)

• Comunicado interministerial (da Secom para todos os envolvidos na crise e para a imprensa)

• Recorte temporal: das 8h às 17h

• Hora/Frequência de entrega: 19h30/Diariamente

• Destaques: trazer fatos que merecem ser destacados no Comitê Executivo

• Ações do governo: medidas importantes dos órgãos do Poder Executivo Federal que foram noticiadas em seus portais

• Número de casos: atualização do número de casos por UF e total dos casos no país

• Agendas: destacar agendas previstas para o dia como eventos, coletivas, dentre outras.

3. Monitoramento

• Checagem do sistema Governa;

• Checagem do e-mail da Articulação;

• Checagem de grupos de whatsapp;

• Alimentação de planilha com as medidas monitoradas;

• Inserção de medidas no Trello;

• Hora/Frequência de entrega: ao longo do dia/diariamente;

4. Estratégias de Comunicação

• Propostas de estratégias (da Secom para as ASCOMs dos órgãos envolvidos);

• Painel no Trello com um compilado de propostas de ações estratégicas para potencializar as pautas do Governo Federal;

• Recorte temporal: das 9h às 20h;

• Hora/Frequência de entrega: ao longo do dia/diariamente;

• As pautas podem vir do Governa, do e-mail da Articulação ou dos grupos de whatsapp.

5. Diário de Bordo

• Prestação de contas dos números de ações ministeriais mapeadas e ações da Secom em relação ao combate à pandemia;

• Recorte temporal: das 21h (dia anterior) às 20h (dia da entrega);

• Hora/Frequência de entrega: 20h30/diariamente.

6. Radar

• Divulgação da repercussão de ações ministeriais mapeadas pela Secom;

• Recorte temporal: das 21h (dia anterior) às 20h (dia da entrega);

• Hora/Frequência de entrega: ao longo do dia/diariamente.

 

Emendas de Bancada, Individuais Covid-19 – Remanejamento e Emendas Individuais Saúde – Execução 2020

1) Emendas de Bancada COVID-19 – Remanejamento

Medida Provisória nº 941, de 2 de Abril de 2020 – abre crédito extraordinário, em favor dos Ministérios da Educação, da Saúde e da Cidadania, no valor de R$ 2.113.789.466,00, para os fins que especifica.

Para o Ministério da Saúde o valor foi de R$ 2.048.736.866.

Empenhados até 11 de maio, R$1.482.822.058 (72%).

2) Emendas Individuais COVID – 19 – Remanejamento

Remanejamento de emendas ainda em processo. Órgãos devem encerrar os créditos no SIOP na quarta (13). Ainda haverá prazo para análise da SOF e processo para organização da medida provisória. 

3) Emendas Individuais Saúde – Execução 2020

Total da Dotação – 5.426.074.665,00

Empenhado – 3.937.618.296,00 (72,5%)

Pago – 3.181.238.621,00

 

Fonte: Secretaria de Governo da Presidência da República

Leia mais

Micro-ônibus escolar desgovernado invade casa em Ecoporanga

Na tarde desta sexta-feira, 17 de Julho, por volta das 14:30h, um micro-ônibus estava estacionado em uma rua no distrito da Prata dos Baianos,...

Caixa atinge limite do Pronampe e expande linha de crédito para R$ 5,9 bi

Nesta segunda-feira (13), a Caixa Econômica alcançou o valor máximo de empréstimos previsto para o Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno...

Polícia prende dois indivíduos suspeitos de participarem do assalto ao Correios de Águia Branca

Veículo utilizado no assalto Uma operação do 5º Batalhão...

Lotérica de Água Doce do Norte ficará fechada até o fim do decreto publicado pelo governo

Na última sexta-feira, 20 de março de 2020 o governador do Espirito Santo decretou a proibição...

Leia também

Ministério do Desenvolvimento Regional abre consulta para elaboração Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Até 7 de novembro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abre uma consulta pública para a elaboração dos objetivos estratégicos e das recomendações que...

LRF proíbe gestor de assumir despesas sem caixa suficiente

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional se viu obrigado a criar um socorro a estados e municípios para minimizar...

Usuários frequentes do SUS avaliam melhor os serviços de Atenção Primária à Saúde

Quem utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS) com maior frequência avalia mais positivamente a qualidade dos serviços prestados na área de Atenção Primária...

Demora para escolher presidente da CMO atrasa votação de R$ 27,2 bilhões em créditos adicionais

A demora na Câmara dos Deputados para escolher o novo presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode causar um certo impacto na economia...