Secretaria de Controle e Transparência inaugura oficialmente sua nova sede

Foto: Hélio Filho/Secom

Foi inaugurada na manhã desta terça-feira (18) a nova sede da Secretaria de Controle e Transparência (Secont), em Vitória. A mudança vai permitir a racionalização dos gastos com custeio e a instituição de um ambiente de trabalho mais integrado e colaborativo. Também é reflexo da nova realidade trazida pela instituição do regime de teletrabalho, que gerou ganho de produtividade e eficiência no combate à corrupção, no controle dos gastos públicos e na transparência.

Situada no 10º andar do Edifício Aureliano Hoffman, na Enseada do Suá, em Vitória, a nova sede ocupa menos da metade do espaço anterior, o que resultará diretamente em redução de custos com energia elétrica, limpeza, manutenção e insumos. O prédio, onde já funciona a Secretaria da Fazenda (Sefaz), pertence ao Governo do Estado. Com a mudança, os dois andares ocupados anteriormente pela Secont no Edifício Fábio Ruschi, no Centro de Vitória, serão disponibilizados para outros órgãos estaduais.

A mudança acontece no mês em que a Secont comemora 34 anos. A inauguração contou com a presença do governador do Estado, Renato Casagrande e dos secretários de Estado de Controle e Transparência, Edmar Camata, e da Fazenda, Rogelio Pegoretti, além de servidores da Secont. O evento respeitou as medidas de distanciamento social, sendo permitida a ocupação de apenas metade dos lugares disponíveis no auditório do Edifício.

Em sua fala, o governador Casagrande destacou o resultado do trabalho de todos no campo da transparência. “É uma alegria estar com a nossa equipe da Secont. Somos o Estado mais transparente do Brasil, mais transparente na gestão da pandemia e na liderança de todos os rankings de transparência existentes. É muito bom termos servidores públicos com capacidade de produzir, como vocês fazem aqui. A sociedade nos cobra sempre por resultados e vocês têm produzido ótimos resultados”, disse.

Casagrande lembrou ainda que, em sua gestão anterior, foi estabelecido o controle interno em todos os órgãos, o que representou um grande avanço. “A vinda para este prédio, que é do Governo do Estado, é uma homenagem ao trabalho que vocês fazem no momento. Nós assumimos o Estado em uma posição menor em transparência, retomamos nossa visão e alcançamos novamente o primeiro lugar. Fazer gestão na pandemia não é fácil, ainda mais com a politização e os ataques que sofremos diariamente e, chegar ao primeiro lugar na transparência, é uma resposta a isso”, pontuou o governador.

Para o secretário de Controle e Transparência, Edmar Camata, a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) trouxe muitos ensinamentos. “Que podemos trabalhar de forma mais integrada e mais eficiente. Para isso, é preciso reconhecer os bons resultados e valorizar os servidores, que são os responsáveis pelo sucesso das nossas entregas. O ambiente de trabalho se modernizou“, observou.

Edmar Camata lembrou que a Secont nunca deixou de fazer suas entregas durante a pandemia. “Pelo contrário. Somos o Estado mais transparente do Brasil: retomamos o 1º lugar no ranking da Controladoria Geral da União e tiramos nota máxima nas duas avaliações nacionais de transparência nos dados da pandemia. Além disso, o trabalho da área de controle tem sido exemplar, atuando em tempo real na análise das compras emergenciais. E, como comprova levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo, o Espírito Santo é o estado mais efetivo na aplicação da Lei Anticorrupção. São muitos motivos para comemorar”, ressaltou.

O secretário da Fazenda, Rogelio Pegoretti, participou da acolhida dos servidores da Secont, apresentando a estrutura que é oferecida no Edifício Aureliano Hoffman, colocando-a à disposição de todos. “Temos evoluído muito no sentido de entendermos que o público realmente pertence a todos. Fico feliz de agora podermos falar que este prédio é do Governo do Estado, das Secretaria da Fazenda e de Controle e Transparência. Fico ainda mais satisfeito ao acolher colegas que entraram comigo como servidor de carreira da Secont. Nossas funções são semelhantes e agora funcionando tão próximos, desenvolveremos ainda mais trabalhos conjuntos”, disse.

A nova sede da Secont conta com 65 estações de trabalho, sendo, na maioria, espaços compartilhados que atenderão aos servidores em regime de teletrabalho, modalidade regulamentada pela Secont em outubro, com a instituição de metas e critérios a serem seguidos pelos servidores.

A adoção da modalidade resultou em ganhos de produtividade e eficiência no combate à corrupção, no controle dos gastos públicos e na transparência, além de modernizar o ambiente laboral do setor público, especialmente após as mudanças trazidas com a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Hoje, 74% dos servidores da Secont que atendem aos critérios estão em regime de teletrabalho. 


Leia mais

Leia também