Secont dá início a auditoria financeira das demonstrações contábeis do Estado do exercício de 2020

O planejamento da auditoria financeira já teve início

A Secretaria de Controle e Transparência (Secont) deu início ao planejamento da auditoria financeira das demonstrações contábeis de 2020.  A utilização de técnicas de auditoria financeira já faz parte do escopo de atuação da Secont, sendo utilizada rotineiramente na avaliação dos registros e demonstrações contábeis, no decorrer do exercício. As ações de controle previstas no Plano Anual de Auditoria (PAA) estão sendo reformuladas para ampliação do escopo.

O subsecretário de Estado de Controle, Marcelo Antunes, explica que a auditoria financeira – ação que é de atribuição exclusiva dos Auditores do Estado – verifica se as demonstrações contábeis refletem a situação financeira e patrimonial do Estado.

A realização da auditoria financeira oferece instrumentos para a aferição da qualidade e da adequação das demonstrações financeiras apresentadas, inclusive dos relatórios exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A auditoria vai avaliar, entre outros quesitos, o formato de apresentação, divulgação e publicação dos demonstrativos, que devem obedecer aos padrões previamente estabelecidos em lei; e a clareza, objetividade e confiabilidade das informações disponibilizadas.

O processo de auditoria financeira começa com a fase de planejamento, etapa que teve início por meio da Ordem de Planejamento nº 022/2020. A fase seguinte é a de execução (ou de testes), que é finalizada com a elaboração do relatório de auditoria, que atesta a fidedignidade dos demonstrativos contábeis, aumentando o grau de confiança dos usuários.

Leia mais

Leia também