Seag e Sebrae realizam curso sobre jovem empreendedor no campo

A Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-ES) e o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), realizaram entre os dias 27 e 31 de julho a inédita capacitação “Jovem Empreendedor no Campo”. O objetivo da ação é mostrar aos jovens a importância, o significado e a oportunidade de atuar no campo, além de desenvolver atitudes empreendedoras e construir uma nova modelagem de negócio rural.

Foram cinco encontros sequenciais de 4 horas cada, ministrados pelo Sebrae – ES. A capacitação abordou as oportunidades no campo, potencial dos negócios rurais, mudança e inovação e mecanismos de apoio ao setor rural. Agora, os jovens terão a oportunidade de construir o seu projeto de negócio.

O secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto, acredita que essa oportunidade será enriquecedora para a juventude do campo. “Os jovens tiveram a possibilidade de se capacitar nesse contexto do empreendedorismo o que, com certeza, despertou o desejo na implantação ou na continuidade dos negócios rurais da família que são tão importantes para a agricultura capixaba”, disse.      

“Trata-se de um curso prático que contribuirá para o desenvolvimento do jovem no meio rural e possibilitará a atuação dele no sentindo de se realizar negócios lucrativos e sustentáveis em todos os aspectos”, afirmou o coordenador da Juventude Rural e da Pesca na Seag, Vinícius Costa.

Para o instrutor do Sebrae-ES, Denilton Cunha, o curso em sua versão on-line foi muito positivo. “O objetivo do curso foi despertar nos alunos o comportamento empreendedor levando-os a praticar estes comportamentos com foco no desenvolvimento de projetos inovadores para o campo. O objetivo foi atingido plenamente. Durante o curso, os alunos foram divididos em seis grupos. Cada equipe desenvolveu uma ideia de projeto para o campo. Foram ideias de projetos muito criativas e com grande potencialidade de serem materializadas em negócios reais. Apesar do desafio do ambiente on-line, creio que as expectativas foram plenamente atingidas e com excelentes ecos de amplitude para futuras turmas”, explicou.

Dado o atual cenário em razão da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), fez-se necessário adaptar a forma pela qual o curso foi ministrado. Antes presencial, os encontros aconteceram de forma virtual, a partir das 18h, com exposições ao vivo. Essa primeira turma foi piloto e abrangeu principalmente alunos do curso superior em Agronomia do Ifes Campus de Santa Teresa, mas a expectativa é de que, em uma segunda fase, novas turmas sejam abertas e contemplem as demais unidades do Instituto, bem como as Escolas Família e os Centros Estaduais de Educação Rural capacitando, assim, cerca de 350 jovens.

“O Curso Jovens Empreendedores do Campo contribuiu muito para o meu desenvolvimento. O professor Denilton, os conteúdos e a didática usada foram ótimos. Fico grato por ter tido a oportunidade de participar! Que outras pessoas possam participar e desfrutar desses conhecimentos”, destacou o estudante do curso de Agronomia do Ifes, Rairon Rocha.

Leia mais

Leia também