Saeb é ampliado e poderá ser usado para acesso a ensino superior

Saeb é ampliado e poderá ser usado para acesso a ensino superior

Avaliação passa a ser anual e aplicada para todos os anos e séries a partir do 2º ano do ensino fundamental.
– Foto:
Reprodução

A prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) passou por mudanças. A avaliação que era feita a cada dois anos passará a ser anual e aplicada para todos os anos e séries a partir do 2º ano do ensino fundamental.

Pelo modelo anterior, apenas estudantes de 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio participavam da avaliação. Além disso, todos os alunos, das redes públicas e privadas, serão avaliados. As mudanças estão na Portaria nº 458 do Ministério da Educação publicada no Diário Oficial da União dessa quarta-feira (6).

O Saeb é um raio X do ensino no país.  Com a ampliação das provas, a ideia é ter informações mais precisas e por escola, e com isso fazer intervenções pedagógicas em um menor espaço de tempo, como explicou o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes. O Inep é o responsável pela avaliação.

“Para que a família possa ter informações para poder participar mais ativamente da vida da escola. Para o professor fazer autoavaliação e também os gestores escolares, os diretores, junto com seu corpo de professores, poder planejar melhor anualmente as estratégias”, disse Lopes.

Segundo o presidente do Inep, o foco é gerar informações para a ponta, que são as famílias, professores e diretores para melhorar a qualidade do ensino no país. “Com essas informações, o professor vai saber qual a proficiência dos alunos que está recebendo e qual o nível dos alunos que ele vai entregar”, afirmou. “Da mesma forma, os diretores junto com professores poderão estabelecer estratégias a partir das informações que virão todos os anos para melhorar a qualidade do ensino”, completou.

Ensino superior

Outra novidade é que a prova do novo Saeb poderá ser usada como mais uma possibilidade de acesso ao ensino superior. O novo modelo traz o chamado Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seriado. Nele, as provas dos alunos do ensino médio formarão uma nota a partir da pontuação adquirida em cada uma das três séries. Essa nota poderá ser utilizada para acesso ao ensino superior. 

A implementação do novo Saeb será gradual e terá início no segundo semestre de 2021. Os estudantes do ensino médio que fizerem a prova do 1º  ano no ano que vem já estarão concorrendo a vagas nas universidades quando concluírem o ciclo, em 2023.

O Enem tradicional continuará existindo, aplicado normalmente nas versões impressa e digital. O Enem seriado utilizando a prova do Saeb será mais uma alternativa para ingressar no ensino superior.   

Aplicação

O presidente do Inep explicou que em 2020 não haverá aplicação do Saeb. Ano que vem será acrescentado o 1º ano do ensino médio, junto com a aplicação do 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. “A partir de 2022, teremos o 1º e o 2º ano do ensino médio, e assim sucessivamente. E vamos implementando nos anos fundamentais”.

As provas do Saeb serão em papel até o 4º ano do ensino fundamental e eletrônicas do 5º em diante.

Leia mais

Sudeco avalia parcerias com Instituto Brasil de Tecnologia e Inovação para projetos em cidades do Centro-Oeste

A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), órgão ligado ao governo federal, e o Instituto Brasil de Tecnologia e Inovação (Ibrtec) estudam firmar parcerias...

Governo lança painel com dados sobre isolamento social no Espírito Santo

O Governo do Estado lançou, nesta quinta-feira (21),...

Conselho penitenciário acompanha virtualmente iniciativas dos presídios

O Conselho Penitenciário do Espírito Santo (Copen-ES) realizou, nessa segunda-feira (23), sua primeira sessão por videoconferência. Por...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Centro-Oeste do país tem tempo quente e seco, nesta terça-feira (25)

Tempo quente e seco na região Centro-Oeste do país, nesta terça-feira (25), no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A...

Leia também

MP em discussão no Congresso Nacional pode aumentar volume de crédito oferecido a empresários paranaenses

A obtenção de crédito por empreendedores brasileiros tem se tornado um entrave durante a crise financeira ocasionada pela pandemia. No Paraná, segundo pesquisa do...

Leilão do saneamento básico em Alagoas deve aumentar percentual da população que recebe atendimento de coleta de esgoto

O serviço de saneamento básico deve ter um novo cenário na região metropolitana de Maceió nos próximos anos. Atualmente, segundo dados do Sistema Nacional...

Mais de 313 mil empregos foram criados em setembro

egundo o Ministério da Economia, é o melhor resultado para setembro desde que foi criado o Caged, em 1992. Foto: Wilson Dias / Agência...

Programa Vigiar SUS é lançado pelo Ministério da Saúde

Foto: Sumaia Villela / Agência Brasil Vigilância, alerta e resposta a ações para melhorar a saúde e o bem-estar da população brasileira. Para isso,...