Saca de café de Nova Venécia é arrematada por R$ 4 mil no leilão internacional do Concurso Conilon de Excelência – safra 2021 • SiteBarra

Saca de café de Nova Venécia é arrematada por R$ 4 mil no leilão internacional do Concurso Conilon de Excelência – safra 2021

O 1º Leilão Internacional realizado pela Cooabriel arrematou 73 sacas de cafés dos dez finalistas do XVIII Concurso Conilon de Excelência e gerou mais de R$ 126 mil em negócios.

O lance histórico para o café conilon foi arrematado pela empresa Louis Dreyfus no valor de R$4 mil em uma saca do café do vencedor do concurso, o cooperado Edgar Bastianello, que alcançou média de 90 pontos.

O grupo Tristão arrematou a maior quantidade, com cinco sacas do café campeão. A empresa também adquiriu o maior volume de todo o leilão.

O diretor da Tristão Comércio Exterior Ltda., Márcio Candido Ferreira recordou que o grupo Tristão/Realcafé tem uma história com o café conilon em toda a trajetória. No passado, Jônice Tristão (im memoriam), participou dessa história quando disse para os produtores que poderiam cultivar o robusta, pois ele garantiria a compra. “Neste ano, a qualidade dos lotes foi surpreendente, o que demonstra o fortalecimento do conilon”, disse.

Segundo o gerente de mercado, Edimilson Calegari, o primeiro leilão internacional da Cooabriel atraiu compradores de empresas e cafeterias. “Chegamos a valores nunca atingidos, o que foi muito importante, pois representa uma valorização”, afirmou.

O presidente da Cooabriel, Luiz Carlos Bastianello, afirma que a iniciativa pioneira na Cooabriel foi um importante passo. “Pela primeira vez na história chegamos a 90 pontos para o café conilon. Essa pontuação foi obtida em um lote de quinze sacas. Isto é um divisor de águas para a qualidade do conilon”, finalizou.