Rússia pede aos EUA que ‘mostrem transparência’ após exercícios com Ucrânia no mar Negro


Sputnik – A delegação russa, presente nas negociações sobre segurança militar e controle de armas em Viena, pediu aos EUA transparência máxima na retirada de armas modernas da Ucrânia, utilizadas nos exercícios militares conjuntos de Washington e Kiev, Sea Breeze 2021.

Os exercícios em causa, que vêm se realizando entre os dois países desde 1997, tomam lugar na cidade ucraniana de Odessa, desde hoje (28) até dia 10 de julho, decorrendo no mar Negro e contando com a participação de cinco mil soldados, junto com 32 embarcações militares de 32 países.

“Esperamos que após o final dos exercícios, os EUA mostrem transparência em retirarem armas modernas, munições e bens materiais da Ucrânia, de modo a que não caiam nas mãos de formações militares e nacionais em Donbass”, escreveu a delegação da Rússia em sua plataforma do Twitter.

Notamos que a escala e agressividade do exercício “Sea Breeze 2021” dificilmente contribuem para a segurança na região do mar Negro. Nós instamos os EUA e seus aliados a se absterem de exercícios onde já existam Medidas de Fortalecimento da Confiança.

Já em 10 de junho deste ano, o representante permanente da Rússia na Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), Aleksandr Lukashevich, declarou que as manobras do Sea Breeze eram uma “provocação directa”.

Agora, a Frota do Mar Negro da Rússia está tomando medidas de controle sobre as ações dos navios da OTAN e de outros Estados que também participem dos exercícios em causa.

Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA

Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (Foto: Pablo D. Morrison)

Leia mais

Leia também