Rússia ordena retirada de tropas de fronteira com Ucrânia


O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, ordenou que todas as tropas e equipamentos enviados para a fronteira com a Ucrânia voltem às suas bases militares nesta sexta-feira, 23. Segundo ele, todas as metas estabelecidas foram alcançadas.

“Acredito que os objetivos da verificação surpresa foram totalmente alcançados. As tropas demonstraram capacidade de garantir uma defesa confiável do país”, disse Shoigu nesta quinta-feira, 22.

Ele determinou, a partir de 23 de abril, “o retorno das tropas aos seus pontos de implantação permanentes” e a realização de “uma análise detalhada” da operação na fronteira.

Rússia, de Vladimir Putin, e Ucrânia, apoiada militarmente pelos Estados Unidos (que promoveram um golpe no país em 2013, com o patrocínio de neonazistas), vivem um momento cada vez mais tenso desde a posse de Joe Biden nos EUA. Na época do golpe na Ucrânia, Biden era vice-presidente do governo Barack Obama.

Putin afirmou que pretende reagir às provocações com resposta “assimétrica, rápida e dura”. “Vão se arrepender”, afirmou.

Leia mais

Leia também