RS alcança topo em índice de isolamento no País

O estado gaúcho alcançou o topo no ranking nacional em termos de isolamento social no combate ao avanço da pandemia do novo coronavírus. Entre 5 e 11 de julho, 44,5% da população do Rio Grande do Sul evitou aglomerações. O resultado representa 1,5 ponto percentual acima do verificado na semana anterior e chegou mais perto do comportamento adotado no início da pandemia, quando foram adotadas medidas mais restritivas. 

O resultado positivo pode estar no modelo do Distanciamento Controlado, o que aumentou o número de regiões em bandeira vermelha, ou seja, com risco alto de contágio. O Rio Grande do Sul ficou acima da média nacional no modelo de distanciamento, que foi de 40,9% no período analisado. 

As informações foram colhidas e analisadas pelo Comitê de Dados para o enfrentamento à covid-19, que mostrou também as consequências no número de contágio pelo vírus sempre que o índice de isolamento registra queda. Nos períodos em que o nível ficou acima de 50%, houve estabilidade de casos novos da doença. Em junho, quando a realidade se inverteu, o número de registros da doença subiu rapidamente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda isolamento mínimo de 50%. 

As áreas monitoradas com as melhores médias são Pelotas (46,7%), Capão da Canoa (45,8%) e Porto Alegre (45,7%), que estão sob bandeira vermelha. 

Foto: Prefeitura Porto Alegre

Leia mais

Leia também