Rodovia importante para escoamento da produção de arroz tem novo trecho recuperado

A rodovia responsável pelo escoamento da produção de arroz na região de Uruguaiana (RS) chega a 25 quilômetros de pista recuperada. O Ministério da Infraestrutura, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), entregou trecho de 15 quilômetros entre o km 488 e o km 505, no município de Itaqui, na BR-472/RS, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Esse segmento integra o Contrato de Restauração e Manutenção (Crema) que visa a revitalização de 115,9 quilômetros da rodovia federal entre São Borja e Itaqui. Os serviços desse contrato envolvem a recuperação e restauração das pistas e dos acostamentos, melhoramentos de acessos, da drenagem, da sinalização e das obras de arte especiais (pontes e viadutos). Outros 10 quilômetros foram recuperados no fim de 2020 e esses serviços seguirão ao longo deste ano.

O Crema contempla ainda ações de conservação/manutenção rotineiras e continuadas como limpeza da pista, roçada e poda. De acordo com o prazo contratual, as melhorias serão executadas até 2025.

A BR-472/RS é de extrema importância para a economia brasileira, por ser uma das principais portas de entrada do Mercosul, além de integrar uma rota fundamental para o escoamento da produção agrícola. A região de Uruguaiana é uma das maiores produtoras de arroz do Brasil, com uma safra superior a 2 milhões de toneladas por ano, passando grande parte dessa carga sobre o trecho em questão.

 

Rodovia importante para escoamento da produção de arroz tem novo trecho recuperado

Trecho recuperado foi entre o km 488 e o km 505, no município de Itaqui, na BR-472/RS. Foto: Minfra

Leia mais

Leia também