Rio libera editais de R$ 1,5 milhão para cadeia produtiva do carnaval

O governo do Rio de Janeiro lançou, nesta quarta-feira (17), editais com verbas de mais de R$ 1,5 milhão para a cadeia produtiva do carnaval do estado. O dinheiro será utilizado para apoiar transmissões on-line e apresentações virtuais de blocos de rua. 

Os recursos são do Fundo Estadual de Cultura, que tem como objetivo auxiliar financeiramente os profissionais do carnaval, prejudicados sem a renda anual dos desfiles, por conta da suspensão dos eventos durante a pandemia de Covid-19. 

A escolha dos sambas-enredo será realizada em quatro etapas, todas com transmissão ao público pela internet, finalizadas com apresentações eliminatórias e as finais na Cidade do Samba, região portuária do Rio.

Para as associações ou liga de blocos de rua, haverá incentivos de R$ 100 mil e R$ 50 mil para cada uma.  A Secretaria de Cultura ainda vai destinar R$ 150 mil para profissionais que atuam nas escolas Imperatriz, Mangueira, Salgueiro, São Clemente, Paraíso do Tuiuti, Portela, Unidos da Tijuca e Vila Isabel. 

As escolas Mocidade Independente de Padre Miguel, Beija-Flor de Nilópolis, Viradouro e Grande Rio já haviam sido contempladas com o mesmo valor, vindo de recursos da Lei Aldir Blanc.

Fernando Frazão/Agência Brasil

Leia mais

Leia também