Rio de Janeiro: prefeitura vai fechar praias para impedir aglomerações durante o Réveillon

A Prefeitura do Rio de Janeiro estendeu para toda a orla da cidade os bloqueios da noite do Réveillon, entre quinta (31) e sexta-feira (1º). Assim, do Leme ao Pontal, uma série de regras estarão em vigor para impedir aglomeração de pessoas na passagem de ano. 

As medidas já estavam previstas para a praia de Copacabana, onde ocorre a tradicional festa do Ano Novo carioca, mas foram estendidas pelo prefeito em exercício da cidade, Jorge Felippe (DEM). 

Parceria entre Butantan e FNP quer facilitar compra da vacina contra covid-19

Estados vão receber a vacina contra Covid-19 ao mesmo tempo

O acesso à praia está proibido para quem não mora nos bairros, bem como o estacionamento na orla e ruas do entorno, as festas e equipamentos de som na orla, a queima de fogos, os barraqueiros em pontos fixos e a circulação do transporte público. 

As medidas, de acordo com a prefeitura, ocorrem em memória e respeito às mais de 190 mil vítimas da Covid-19 no Brasil, além de tentarem diminuir a propagação do novo coronavírus pela capital fluminense. 

Agência Brasil

Leia mais

Leia também