Richarlison entra na mira do Real Madrid após aval de Ancelotti, diz site

Mesmo após dizer em sua entrevista de apresentação que cobraria gols dos jogadores que fazem parte do atual setor ofensivo do Real Madrid, Carlo Ancelotti se movimenta em busca de reforços para o elenco. E pode recorrer ao antigo clube. A informação é da ESPN.

Segundo informações do portal Football Insider, o treinador voltou suas atenções ao brasileiro Richarlison, do Everton.

De acordo com o portal, o clube da Premier League está disposto a ouvir propostas pelo atacante. Mas os merengues sabem que não terão vida fácil para contratar seu novo alvo. A razão? O ‘não’ que o rival Barcelona já ouviu quando tentou o jogador.

Peça fundamental dos Toffees, Richarlison já foi alvo de uma proposta de 85 milhões de libras (cerca de R$ 613 milhões) dos catalães em janeiro de 2020, segundo a TV Sky Sports revelou à época. A oferta foi recusada pelo clube inglês.

Aos 24 anos, o atacante revelado pelo América-MG está concentrado em Porto Alegre e deve ser titular da seleção brasileira nesta sexta-feira (04), contra o Equador, em partida pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Richarlison tem contrato com o Everton até junho de 2024. Na última temporada da Premier League o jogador anotou sete gols em 34 partidas disputadas.

Mesmo com o a inclusão do brasileiro à lista de possíveis reforços, o grande objetivo do Real Madrid para o mercado de transferências segue sendo Kylian Mbappé, que já poderia ser atleta merengue há anos.

Em entrevista à revista L’Obs, da França, Mbappé contou como poderia ter vestido a camisa da equipe espanhola, mas que ainda não era o momento certo, mesmo com o Real Madrid tendo Zinedine Zidane como treinador.

“Meus pais queriam que começasse a carreira na França, que tivesse uma educação francesa. Para o futebol e também para continuar a minha educação. Ir à Espanha, mesmo que fosse com o Zidane, era um outro país, uma outra cultura”, disse o atacante.

Mbappé contou sobre a ascensão meteórica que teve como profissional. Com apenas 22 anos, o craque acumula dez títulos pelo Paris Saint-Germain, é um dos grandes protagonistas da seleção francesa, além de ter sido peça-chave na conquista da Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

“No começo foi difícil carregar esse peso. Eu era muito novo. Era um menino de 18, 19 anos que encantava por fazer coisas naquela idade. Mas, em campo, me pediam que eu fosse adulto. Quando você quer chegar ao nível superior, não tem lugar para os imaturos, não tem espaço para os meninos. É o mundo dos adultos, têm que estar preparado”, finalizou.


Leia mais

Leia também