Relatório dos EUA sobre militares chineses está “repleto de preconceito”, diz porta-voz da chancelaria

Compartilhe


O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Wang Wenbin, disse em uma coletiva de imprensa na última quinta-feira (5) que o relatório do governo estadunidense sobre o desenvolvimento militar chinês está repleto de preconceitos. O relatório afirma que  a China está aumentando seu arsenal de armas nucleares muito mais rapidamente do que o previsto, reduzindo a diferença para os EUA, informa o Diário do Povo.

Wang disse que o relatório anual do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, tal como os anteriores, “ignora os fatos e está repleto de preconceitos”.

“Na verdade, os EUA são a maior fonte de ameaças nucleares em todo o mundo”, disse Wang.

De acordo com estatísticas de think tanks internacionais, no início de 2021, os EUA tinham 5.550 ogivas nucleares.

Washington não só se orgulha de ter o maior e mais avançado arsenal nuclear do mundo, como também investe trilhões de dólares para atualizar sua “tríade nuclear” – suas forças nucleares em terra, no mar e nos céus, disse Wang, acrescentando que os EUA também desenvolveram armas nucleares de baixo rendimento e reduziram o limite do seu uso.

Wang observou que os EUA retiraram-se do Tratado sobre a Limitação de Sistemas de Mísseis Antibalísticos e do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, ao mesmo tempo em que avançaram continuamente com a implantação de um sistema antibalístico global.

Os EUA retomaram a pesquisa e desenvolvimento de mísseis balísticos de médio alcance baseados em terra e buscaram implantá-los na Europa e na região da Ásia-Pacífico, acrescentou.

Além disso, Washington, com sua mentalidade de Guerra Fria, está se unindo ao Reino Unido e à Austrália para formar um “pequeno círculo” e realizar cooperação de submarinos com propulsão nuclear, disse o porta-voz.

Ele instou os EUA a assumirem seriamente suas responsabilidades no desarmamento nuclear e a reduzir substancialmente seu estoque nuclear de forma verificável, irreversível e juridicamente vinculativa, a fim de salvaguardar o equilíbrio estratégico global e a estabilidade.

Wang reiterou que a China segue uma estratégia nuclear de autodefesa, com suas forças nucleares sempre mantidas no nível mínimo necessário para salvaguardar a segurança nacional.

Ele disse que a China continua comprometida com a política de uso imediato de armas nucleares em nenhum momento e sob quaisquer circunstâncias, e que o país garante, de forma clara e incondicional, que nunca usará ou ameaçará usar armas nucleares contra países e regiões livres de armas nucleares.

Em outro desenvolvimento, o porta-voz também exortou a União Europeia a corrigir seus erros e não enviar quaisquer sinais errados às forças separatistas de “independência de Taiwan”, a fim de evitar um sério impacto nas relações China-UE.

Wang fez a observação quando uma delegação do Parlamento Europeu estava em sua primeira visita oficial à ilha.

“O desempenho grosseiro de alguns indivíduos não pode alterar a situação de que o princípio de uma só China é amplamente reconhecido e defendido pela comunidade internacional. Nem pode mudar a tendência inevitável de reunificação do país”, disse o porta-voz, acrescentando que as tentativas de certos indivíduos estão condenadas ao fracasso.

Wang Wenbin

Wang Wenbin (Foto: Reuters/Thomas Peter)

Leia também

Governo federal regulamenta o teletrabalho na administração pública

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (17) que publicará um decreto presidencial estabelecendo a possibilidade de trabalho remoto...

Copa Espírito Santo vale vaga na ‘Copa do Brasil’ e ‘Copa Verde’

Finalmente acabou a espera e chegou a hora da Copa Espírito Santo 2022. Com o formato de disputa...

Colisão entre moto e bicicleta deixa um morto e um ferido em Nova Venécia

  Um homem morreu e outro ficou ferido após um grave acidente na noite deste sábado, dia 14, na...

Paulo Sousa ganha fôlego após vitória do Flamengo na Libertadores

O Flamengo entrou em campo na noite de terça-feira (17) precisando dar uma resposta. Mal no Campeonato Brasileiro, a...

Nova Venécia terá médica pediatra nas Unidades de Saúde dos bairros

  A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizou mais um pediatra para o...

Jaguaré discute reativação do Conselho de Segurança Alimentar

  Representantes do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), do Governo do Estado, ligado à Secretaria de Estado...