Reino Unido mantém confisco de US$ 1 bi em ouro da Venezuela e diz apoiar Juan Guaidó como líder do país


O governo britânico tentou frustrar uma iniciativa do Banco Central venezuelano nesta segunda-feira (19) de repatriar cerca de 1 bilhão de dólares em outro armazenado em Londres, com uma declaração inequívoca de que apoia o opositor Juan Guaidó como legítimo líder do país sul-americano, informa o UOL.

As equipes que representam os interesses do presidente Nicolás Maduro e de Guaidó estiveram na Suprema Corte do Reino Unido na última rodada de uma longa disputa sobre quem deveria controlar a quantia que representa aproximadamente 15% das reservas venezuelanas de moeda estrangeira.

A venda do ouro financiaria a resposta à pandemia de coronavírus no país e fortaleceria um sistema de saúde afetado por mais de seis anos de crise econômica, argumenta o governo venezuelano.

Venezuela dá um passo para recuperar ouro confiscado

Venezuela dá um passo para recuperar ouro confiscado (Foto: Blog do Esmael)

Leia mais

Leia também