Reginaldo Quinta continua fora das eleições em Presidente Kennedy

Bem que o ex-prefeito Reginaldo Quinta tentou sustentar, legalmente, o discurso que vem fazendo de que é pré-candidato em Presidente Kennedy, mas sofreu mais uma derrota no Superior Tribunal de Justiça nesta segunda-feira (17), quando o ministro Og Fernandes, da Primeira Seção do STJ, indeferiu, liminarmente, a Ação Rescisória proposta pela defesa de Quinta.
Desta forma, Reginaldo continua inelegível e não poderá, conforme decisão da Justiça, disputar as eleições municipais de novembro deste ano. Quinta solicitava a anulação da sentença transitada em julgado, do juízo de primeiro grau, que o condenou à perda dos direitos políticos por três anos por improbidade administrativa.

A sentença começou a ser cumprida em 18 de maio de 2020, por determinação do Juízo da Vara Única da Comarca de Presidente Kennedy, mediante requerimento do Ministério Público Estadual, depois que o STJ conheceu do Recurso Especial contra a sentença da Justiça Estadual por atos de improbidade do ex-prefeito, mas negou-lhe provimento. Ou seja, negou o pedido de anulação da sentença, feita por Reginaldo e o nome do ex-prefeito já foi inserido no cadastro do Tribunal Regional Eleitoral como inelegível pelos próprios três anos.

A sentença condenatória foi publicada em 11 de março de 2016 nos autos do processo 0001332-31.2010.8.08.004, ajuizado em 17 de dezembro de 2010. São réus no processo, além do ex-prefeito Reginaldo, a Associação Montanhas Capixabas Turismo e Evento e as pessoas de Patrícia Pereira Ornelas Andrade (Vip Produções e Eventos) e Paulo César Santana Andrade.

De acordo com o Ministério Público Estadual, houve danos de R$ 485 mil ao erário municipal de Presidente Kennedy, numa contratação de eventos sem licitação tendo a Associação Montanhas Capixabas como intermediária dos empresários Patrícia e Paulo César Andrade.

O processo remonta à “Operação Moeda de Troca”, que levou para a prisão três empresários, dois secretários municipais e servidores públicos ligados a esquemas de direcionamento de concorrências públicas das prefeituras de Santa Leopoldina, Presidente Kennedy, Cachoeiro de Itapemirim, Serra e Viana.

Foram investigados 11 contratos referentes a 2009 e 2010 que, ao todo, somam no epicentro das fraudes R$ 28 milhões. Entre os serviços prestados estão limpeza pública, manutenção de veículos e até shows – eventos em que haveria superfaturamento.

No dia 5 de agosto deste ano, nesse mesmo recurso, o presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha, acolheu pedido dos advogados de Reginaldo Quinta, Kayo Alves Ribeiro e Tamires Leonor Almeida Barboza, no sentido de deferir a gratuidade de Justiça.
“Conforme o artigo 99, § 3º, do CPC, presume-se verdadeira a alegação de insuficiência deduzida exclusivamente por pessoa natural. Visto que consta dos autos declaração de hipossuficiência, defiro a gratuidade de justiça. Distribua-se o presente feito independentemente do transcurso do prazo”, pontuou o ministro.

Com a família Quinta fora do processo, as eleições municipais deverão ser polarizadas entre o prefeito em exercício Dorlei Fontão (PSD) e o ex-prefeito Aloizio Correa (PL). Será uma espécie de plebiscito para julgar os dois anos de gestão de Dorlei, que assumiu a prefeitura (foi eleito vice-prefeito) mediante o afastamento, por corrupção, da prefeita Amanda Quinta pela Justiça Estadual.

Leia mais

Unidades produzem máscaras de pano para prevenção ao novo Coronavírus

Unidades do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) estão produzindo máscaras de pano para...

Mantenópolis recebe quatro veículos do Governo Estadual

Quatro veículos Fiat Strada, foi entregue nesta terça feira, 09/06/2020, pela secretaria de Estado de Agricultura ao município de Mantenópolis, fruto de emenda parlamentar...

Portaria estabelece medidas obrigatórias de prevenção ao Covid-19 em estabelecimentos industriais

O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), publicou a Portaria nº...

Empresária capixaba, casada com secretário de Witzel, é citada em matéria da Revista Veja

Em matéria publicada neste semana na revista Veja,...

Leia também

Nova Lei do Gás pode ampliar infraestrutura de gasodutos em Macaé

O Projeto de Lei (PL) 6407/2013, também conhecido como Nova Lei do Gás, pode abrir o caminho para ampliação da rede de gasodutos em...

Novo marco legal do mercado de gás natural deve aumentar oferta do produto em Niterói

O novo marco legal do mercado de gás natural deve aumentar a oferta do produto em Niterói, no Rio de Janeiro. Atualmente, o município...

Colatina: mulher é espancada na frente dos filhos e escreve bilhete para pedir socorro

Um homem, de 25 anos, foi detido após espancar e manter a esposa presa dentro de casa, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo....

Congresso Nacional estabelece R$15 bilhões extras para combate à pandemia

Mais R$15 bilhões de reais serão injetados na conta de estados, municípios e Distrito Federal para ajudar no combate à pandemia da Covid-19. É...