Queima de fogos que chamou a atenção em Vitória pode ser comemoração de aniversário de traficante preso

O som de uma intensa queima de fogos de artifício nos morros de Vitória chamou a atenção dos moradores da capital na noite deste domingo (19).

De acordo com os relatos, também foi possível ouvir o barulho de tiros. A queima de fogos aconteceu por volta das 19h30 e durou cerca de 15 minutos, sendo ouvida por moradores de bairros como Bento Ferreira e Santa Lúcia.

Alguns deles, que conversaram com a equipe de reportagem da TV Gazeta, afirmam que o foguetório aconteceu em comemoração ao aniversário do traficante Geovani Andrade, conhecido como “Vaninho”, que está preso.

No entanto, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) não confirma essa informação.

“Cabe ressaltar que não há confirmação dos motivos que levaram à utilização desses foguetes na data de ontem, mas o referido traficante está preso desde 2019, pagando pelos crimes que cometeu, no sistema penitenciário”, disse a instituição em nota.

A queima de fogos ocorreu quatro dias após o governador Renato Casagrande (PSB) sancionar a lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) que determina que lojas que comercializam fogos de artifício e explosivos identifiquem os clientes por meio de um cadastro e repassem as informações para as polícias Civil e Militar.

O cadastro deve ser feito imediatamente após a venda do material e deve conter o número do CPF, da carteira de identidade e o endereço do comprador, além do comprovante da venda.

Moradores de Vitória registraram momento da queima de fogos nos morros

Esta não é a primeira vez que o barulho dos fogos assusta. No início deste mês, um foguetório em Jesus de Nazareth e no Bairro da Penha, seguido de rajadas de tiros, também foi ouvido pelos moradores de Vitória.

A Sesp pontuou que monitora todo o tráfico de drogas na região do Bairro da Penha e adjacências, realizando operações frequentes que culminaram na prisão de lideranças criminosas que atuavam na comunidade.

“O trabalho continuará sendo feito e o estado tem buscado medidas para controle da venda e distribuição de fogos de artifício, com a sanção, por parte do governador Renato Casagrande, da lei 11.150, que buscará criar um banco de dados de quem adquire esse material, que só poderá comprar mediante identificação”, disse a pasta em nota.

Leia mais

Homem é assassinado a facadas em Barra de São Francisco nesta madrugada de sexta (27)

Um homem conhecido como Nena (foto), que residia no bairro Campo Novo, em Barra de São Francisco, foi assassinado a facadas na madrugada desta...

Vereador exige que prefeitura dê mais informações sobre isenção do IPTU: “Muitos nem ficam sabendo”

O vereador Admilson Brum, enviou um ofício para a prefeitura de Barra de São Francisco, exigindo que haja maior divulgação sobre a isenção do...

Banco Central alerta contra fraudes digitais durante pandemia

Banco Central alerta contra fraudes digitais durante pandemia – Foto: Governo do...

Leia também

Enivaldo anuncia destaque para mulheres em sua gestão

No mesmo momento em que anunciava que as...

Cobra entra em tubulação e deixa localidade sem água no Norte do Espírito Santo

Uma cobra, encontrada dentro da tubulação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), deixou uma localidade do interior de Linhares, no Norte do...

Criminosos trocam tiros com a PM e drogas são apreendidas no bairro Altoé

Criminosos armados atiraram contra a Polícia Militar na tarde desta segunda-feira, (21), no bairro Altoé, em Nova Venécia. Segundo a PM, após a equipe da...

Seca e avanço das queimadas preocupam agricultores do Noroeste do Espírito Santo

» Seca no Rio do Norte, em Boa Esperança (Foto: Agricultor André Valani) Wilson Rodrigues Nascimento A seca provocada pela estiagem prolongada dos últimos meses, e...