Putin ameaça resposta “assimétrica, rápida e dura” contra provocações: “Vão se arrepender”


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou que o arsenal de armas nucleares do país será modernizado e defendeu a medida como forma de defender Moscou de agressões externas.

Em pronunciamento na Assembleia Federal, Putin reforçou que a Rússia “quer ter relações positivas com todos no cenário internacional, incluindo aqueles com quem as relações foram rompidas recentemente. Nós realmente não queremos queimar pontes”.

No entanto, a posição não significa que a Rússia não se defenderá de forma contundente: “aqueles que confundem esta postura com fraqueza precisam saber que a resposta da Rússia será assimétrica, rápida e dura. Aqueles que planejam provocações vão se arrepender de seus atos de uma forma que não se arrependerão de mais nada por muito tempo”.

Putin defendeu ainda a criação de novas tecnologias militares, como armamentos “hipersônicos e a laser”. 

As declarações vêm em meio à tensão no extremo leste da Ucrânia, onde os Estados Unidos armam grupos que contestam a Rússia.

Com informações do RT.

Leia mais

Leia também