Prorrogação do auxílio emergencial recebe parecer favorável; veja o valor

Foi apresentada uma nova ideia legislativa no portal e-Cidadania sobre a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600. A ideia fala sobre prorrogar enquanto houver estado de calamidade pública no Brasil e recebeu parecer favorável do senador Paulo Paim, do PT-RS e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

O senador afirma que três meses não foi o tempo suficiente para dar suporte às famílias de beneficiários. Esse foi o tempo inicial de pagamento do auxílio, antes de sua primeira prorrogação. De acordo com o site Senado Notícias, o senador afirmou também que 100 milhões de brasileiros pediram o auxílio e 65 milhões receberam.

Ao dar o parecer favorável à ideia legislativa, o senador destacou também a possibilidade de queda do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro neste ano de até 9%. Essa possível queda pode representar o aumento do desemprego, que pode chegar a 30 milhões de brasileiros. E, nesse número, há os desempregados que trabalhavam de carteira assinada e os informais.

“Isso mostra o quanto é importante esse auxilio. Cerca de um terço da nossa população está necessitando diretamente dessa ajuda.

Desta forma, o processo de retomada da economia deve atrasar ainda mais a reestruturação das famílias consideradas mais vulneráveis. Enquanto vigorar a calamidade, o auxilio será necessário”, explicou o senador, de acordo com o Senado Notícias. Agora, após o seu parecer favorável, a ideia legislativa passa a tramitar como Projeto de Lei.

Leia mais

Leia também