Projeto prevê 1.200 km de Estrada de Ferro ligando Brasília (DF) a Barra de São Francisco

Uma nova ferrovia acaba de ter sua autorização pedida ao Ministério da Infraestrutura e será anunciada nesta quinta-feira, 23, pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

O projeto prevê 1.200 km da Estrada de Ferro Juscelino Kubitschek (EFJK), ligando Brasília (DF) a Barra de São Francisco (ES), passando por Unaí (GO), Montes Claros e Grão Mogol, no Norte de Minas, Teófilo Otoni (MG), no vale do Mucuri, chegando à cidade capixaba, num investimento previsto de R$ 13,5 bilhões.

A nova ferrovia está sendo projetada pela Petrocity Ferrovias para ligar a região Centro-Oeste ao futuro Centro Portuário de São Mateus, em Urussuquara, no litoral Norte capixaba, e fará de Barra de São Francisco um dos principais eixos logísticos nacionais, segundo o presidente da companhia, José Roberto Barbosa da Silva.

“A Estrada de Ferro Juscelino Kubitschek vai interligar a Ferrovia Norte-Sul com a Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo (EFMES), com autorização já anunciada pelo Ministério da Infraestrutura e que ligará Ipatinga, no Vale do Aço mineiro, a São Mateus, passando por Barra de São Francisco.

Ou seja, Barra de São Francisco será a porta de entrada para a mercadorias para exportação e a porta de entrada da interiorização de cargas importadas”, disse José Roberto.

José Roberto encontrou-se com o governador Romeu Zema, de Minas Gerais, esta semana em companhia do deputado Tito Torres (PSDB), apresentando o projeto. No próximo dia 29, estará com o governador Ronaldo Caiado, de Goiás.

Ele anunciou o empreendimento ao prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) preparando-o para o novo momento que impactará Barra de São Francisco e toda a região Noroeste e Norte do Espírito Santo.