Projeto de Lei destina 20% dos royalties de petróleo à segurança pública

Está em análise na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 3018/2020, de autoria do deputado Aluísio Mendes (PSC-MA), que obriga as unidades da Federação e a União a destinarem à segurança pública 20% das receitas obtidas com royalties de petróleo ou participação especial em contratos de exploração do combustível fóssil e gás natural.

O brilho em meio ao caos: como o Samu vem atuando em meio a maior crise sanitária do século

Pela legislação atual, 75% da receita dos royalties de petróleo são destinados à educação e o restante, 25%, à área de saúde. Pela proposta do Projeto de Lei, os novos percentuais seriam de 55% para educação, 25% para saúde e 20% para a segurança pública.

O texto do PL prevê que a redistribuição se aplica a recursos oriundos de contratos para exploração de petróleo e gás natural sob regimes de concessão, cessão onerosa e de partilha de produção firmados após 3 de dezembro de 2012. 
 

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Leia mais

Leia também