Projeto de Enivaldo dá meio salário mínimo a catadores de recicláveis

A ajuda vai valer durante estado de calamidade, que impeça as famílias de sobreviverem catando materiais recicláveis no Estado

Enivaldo vai pedir ao presidente da Assembleia que coloque o projeto em regime de urgência (Foto: Ales)

As famílias que sobrevivem de catar materiais recicláveis no Estado do Espírito Santo poderão receber uma ajuda de 50% do salário mínimo enquanto durar o estado de calamidade pública, que a Assembleia Legislativa deverá decretar na próxima sexta-feira (27), atendendo a pedido do governador REnato Casagrande (PSB), em função da pandemia da doença Covir-19, provocada pelo novo coronavírus.

Um projeto de lei autorizativo foi protocolado nesta terça-feira (24) pelo deputado estadual Enivaldo dos Anjos, líder do PSD, para que o Governo do Estado utilize recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza  para pagar uma bolsa reciclável de meio salário mínimo (cerca de R$ 515,00) para catadores de materiais recicláveis do Estado do Espírito Santo e/ou suas organizações.

O pagamento da Bolsa Reciclagem ocorreria durante a vigência do estado de emergência ou de calamidade que impedisse a atividade da categoria, como é o caso presente com o isolamento social determinado pelo Governo para conter o avanço do novo coronavírus, causador da doença Covid-19, que virou uma pandemia e tem previsão de alto impacto no Estado por pelo menos três meses.

“O dinheiro público vem do povo e a ele deve retornar. É sabido por todos os meios que os catadores de recicláveis dependem de sua atividade para sobreviver e já são muito mal pagos, porque a maior receita do negócio de material reciclável fica com os atravessadores, que vendem 90% do que recebem dos catadores e com ganhos de mais de 150%”, disse Enivaldo.

De acordo com o parlamentar, “o auxílio e o fomento a que se refere esta lei devem ser considerados emergenciais, tanto sob o aspecto da segurança alimentar, quanto do estímulo à economia local, enquanto prevalecer o estado de emergência ou calamidade”.

O deputado disse também que vai tentar junto aos seus pares que o projeto tramite em regime de urgência para ser aprovado na sequência à votação dos projetos enviados pelo Governo ao Legislativo com vistas a decretar estado de calamidade no Estado. A sessão de apreciação das mensagens do Executivo será feita online na próxima sexta-feira (27), às 10 horas da manhã.

Leia mais

O TEMPO E A TEMPERATURA: Sudeste do país tem tempo predominantemente firme, nesta quinta-feira (3)

Previsão de tempo firme na região Sudeste do país, nesta quinta-feira (3). Nas primeiras horas do dia, há possibilidade de nevoeiro no litoral sul...

Homem morre após cair de parapente, no Espírito Santo

Um homem morreu depois de cair de um...

Auxílio para transporte público nos municípios terá votação na semana que vem

O projeto de socorro financeiro para o setor de transportes coletivos no Brasil, ficou marcado para ter votação na semana que vem na Câmara...

Casos de hepatites virais tiveram redução de 70% no 1º semestre deste ano em relação a 2019

Julho é o mês de conscientização sobre as hepatites virais. Com o tema “Saber Salva! Hepatites virais têm cura. Faça o teste”, a Secretaria...

Leia também

Ministério da Saúde libera recursos para 77 municípios

O Ministério da Saúde repassou R$ 21,3 milhões para 77 municípios reforçarem o enfrentamento à Covid-19 nas comunidades e favelas. Entre os objetivos do...

Conselhos de direitos dos idosos vão poder emitir declaração de funcionamento para instituições de longa permanência

Conselhos estaduais e municipais de direitos da pessoa idosa ou de assistência social vão poder emitir declaração de funcionamento das Instituições de Longa Permanência...

No Dia Mundial do Coração, live com a cantora Ana Carolina alerta para riscos cardiovasculares do diabetes

Uma pesquisa da campanha “Quem Vê Diabetes Vê Coração” realizada em 2019 aponta que 90% dos pacientes brasileiros sente falta de informação sobre os...

Propaganda eleitoral na internet e redes sociais já está liberada

Candidatos que vão disputar algum cargo durante essas Eleições Municipais de 2020, já estão autorizados a realizar propaganda eleitoral, incluindo internet e redes sociais....