Projeto da Aderes em parceria com Ifes oferece mentoria para negócios de impacto social

A Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo do Estado (Aderes), em parceria com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Viana, acaba de lançar o projeto de Mentoria para empreendedores de negócios de impacto social. O objetivo é incentivar o empreendedorismo de novos negócios e melhorar a qualidade de vida da população.  

O projeto é destinado a pessoas ou organizações da Grande Vitória, que já estão no mercado ou desejam atuar com negócios de impacto social, ligados à educação. Os interessados em receber a mentoria têm até o próximo dia 30 para se inscrever. Para isso, é preciso enviar um breve resumo da ideia (ou projeto) em dois formatos diferentes: texto e áudio (Pitch).

No ato da inscrição, é necessário explicar o que é o seu projeto/ideia de impacto social e como ele resolve um problema relacionado ao tema educação. Não é precisa ter uma solução em funcionamento. As inscrições podem ser feitas por meio do formulário: forms.gle/ffoaqpJEKCe5Yh526.

Os empreendedores selecionados vão participar da mentoria, que é gratuita, recebendo orientação e suporte para a elaboração de Business Plan a ser utilizado na captação de recursos (financeiros, técnicos, tecnológicos etc.). Além das horas de mentoria, os participantes também vão receber material de apoio e acesso ao software de elaboração de plano de negócio sem nenhum custo.

O projeto “Mentoria para empreendedores de negócios de impacto social”, que é coordenado pelo professor do Ifes – Campus Viana, Adonai José Lacruz, e Aderes, foi aprovado na Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). Também fazem parte da equipe do projeto o professor do Campus Viana, Denilton Macário de Paula; o professor da Faculdade Estácio de Sá, Everton Assis Cunha; e Marina Costa Fogaç, mestranda em Administração da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).  

Segundo o gestor do projeto na Aderes, Henrique Tabelini Martins, a finalidade da ação é induzir o empreendedorismo para promoção da cidadania e resolução de problemas sociais e ambientais, com o foco de gerar desenvolvimento econômico e social, melhorando a qualidade de vida da população contemplada pelo estímulo ao empreendedorismo de novos negócios de impacto social.

Ao todo, serão atendidos 60 empreendedores durante três fases de mentoria, sendo 40 horas cada fase, o recurso investido pela Aderes é de R$ 137.932,50.

De acordo com o coordenador do projeto no Ifes, Adonai José Lacruz, oito projetos já foram inscritos e incluem desde estratégia de gameficação até o fortalecimento de minorias. “Nessa primeira fase vamos trabalhar projetos que procuram levar educação para os menos favorecidos. Para isso, esperamos fortalecer os negócios de impactos sociais, queremos estruturar essas boas ideias e cumprir o impacto de atender a sociedade”, ressaltou o professor do Ifes.

 


Leia mais

Leia também