Programa VIGIA gera prejuízo de R$ 3,3 bilhões ao crime organizado

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), registrou a apreensão de mais de mil toneladas de drogas em todo o país em dois anos.

“O combate ao crime organizado nas fronteiras é prioridade neste Governo. Precisamos, cada vez mais, lutar contra a criminalidade de forma incessante e resistente”, ressaltou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

De maio de 2019 a junho de 2021, o Programa Nacional de Segurança das Fronteiras e Divisas (VIGIA) gerou um prejuízo de R$ 3,3 bilhões ao crime organizado, com a soma de drogas apreendidas e demais produtos contrabandeados.

Também foram apreendidos mais de 120 mil maços de cigarro, mais de 2 mil armas, mais de 5 mil veículos, 470 embarcações, entre outros produtos ilícitos, retirados do crime organizado desde maio de 2019.

 

 


Leia mais

Leia também