Programa do Ministério da Economia e parceiros apoiará mais de 400 projetos inovadores em fase de ideação

O Programa Ideiaz – Powered by InovAtiva abriu chamada pública para selecionar até 450 projetos em estágio de ideação que irão receber capacitação empreendedora, mentorias e suporte tecnológico no desenvolvimento de seus negócios. Os escolhidos serão atendidos gratuitamente pelas incubadoras e aceleradoras de todo o país credenciadas no Programa Ideiaz. As inscrições seguem abertas até o dia 23 de agosto.

Realizado pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), o Ideiaz Powered by InovAtiva visa atender em escala e com abrangência nacional ideias e projetos de negócios inovadores e de impacto socioambiental em estágio inicial de todas as regiões do país.

No primeiro semestre, o programa contemplou 153 projetos, em parceria com 15 incubadoras e aceleradoras de todo o Brasil. A meta é oferecer suporte a projetos, garantindo, efetivamente, a democratização do atendimento e o alcance nacional. 

Entende-se por projetos em estágio inicial aqueles que estejam na fase de criação ou ideação, ou seja, cujo modelo de negócio não esteja consolidado e que o produto ou serviço objeto do projeto ainda não tenha sido comercializado. 

Seleção

As propostas serão avaliadas por um comitê de seleção composto por representantes do Sistema Sebrae, da Anprotec, da Sepec/ME e de outros parceiros – como entidades de fomento e investidores – e especialistas do setor produtivo e da Academia. A expectativa é alcançar a marca de mil projetos atendidos durante todo o programa.

“O InovAtiva Brasil já acelerou mais de duas mil startups em 700 municípios brasileiros. Com o Ideiaz Powered By InovAtiva, nossa meta é apoiar projetos inovadores em estágios iniciais, ainda na fase de ideias. Queremos tornar o Brasil um dos três principais ecossistemas de startups do mundo”, explica o secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa. 

Ao todo, serão investidos mais de R$ 40 milhões em quatro anos no InovAtiva como um todo.

De acordo com a classificação, área de atuação, localização geográfica e disponibilidade de vagas, cada projeto será encaminhado para um atendimento de 10 semanas em uma das incubadoras ou aceleradoras credenciadas no Ideiaz. 

Os empreendimentos receberão, no mínimo, 25 horas de apoio ao seu desenvolvimento, das quais serão, no mínimo, 15 horas de atendimento individualizado ao empreendimento, compreendendo os seguintes pontos, de acordo com o plano de atendimento do ambiente de inovação credenciado: atividades de mentoria; consultoria organizacional; suporte tecnológico; suporte para formalização do negócio; e qualificação empreendedora.

“Mais uma vez, o programa Ideiaz se faz valer da infraestrutura, do conhecimento e da experiência das incubadoras e aceleradoras do Brasil para apoiar o desenvolvimento e a consolidação de centenas de negócios inovadores em seu estágio inicial. É um programa nacional de grande escala que vai atender a todas as regiões do país”, afirma o presidente da Anprotec, Francisco Saboya.

Resultados esperados

Após o processo de atendimento, os projetos apoiados devem apresentar os seguintes resultados mínimos: modelo de negócios desenhado e validado; protótipo do produto ou serviço desenvolvido e avaliado por clientes; e pitch de venda e defesa do negócio pronto. 

A equipe do projeto deverá dedicar conjuntamente, durante o período do atendimento, pelo menos 20 horas semanais de trabalho (a dedicação corresponde ao somatório de horas aplicadas pelos membros da equipe) para alcançar os resultados mínimos do projeto. 

“Por meio da operacionalização deste programa, seremos capazes de levar inovação e capacitação a diferentes ecossistemas brasileiros. Um trabalho que será possível por meio da ativação de uma rede de parceiros locais, com o fomento da geração de empresas inovadoras, de empregos e de conhecimento”, destaca o presidente do Sebrae, Carlos Melles. 

Cronograma: 

Período de inscrição: 29/7 a 23/8 

Avaliação das propostas: 20/8 a 24/9 

Divulgação dos resultados: 27/9 

Formalização da relação entre ambientes e projetos: 28/9 a 10/10 

Início do atendimento: 11/10 

Atendimento aos projetos selecionados: 11/10 a 17/12 

Prazo final para a entrega dos resultados: 17/12 

 

As dúvidas devem ser encaminhadas por e-mail 

 

Confira o edital completo.

 

Com informações do Ministério da Economia

 

 

Programa do Ministério da Economia e parceiros apoiará mais de 400 projetos inovadores em fase de ideação

Chamada pública para selecionar até 450 projetos em estágio de ideação Foto: Banco de Imagens