Programa de Integridade Estadual tem foco na prevenção da corrupção e fortalecimento da ética

Compartilhe

Fortalecer valores como a ética, o respeito às normas e a transparência no âmbito do Poder Público. Esse é o objetivo do Programa de Integridade do Poder Executivo Estadual, que tem foco na adoção de medidas de prevenção de atos ilícitos, por meio do estímulo à cultura da ética, além da integridade e identificação de riscos que possam comprometer a entrega de serviços públicos de qualidade ao cidadão.

Instituído por meio da Lei Estadual nº 10.993/2019, o Programa de Integridade estabelece que compete a cada órgão a tarefa de desenvolver o próprio Plano de Integridade. O Plano é um documento em que o órgão mapeia os riscos inerentes ao perfil de atuação e define as ações para preveni-los, detectá-los e corrigi-los, assim como as medidas que garantam a aplicação efetiva de códigos de conduta ética.

À Secretaria de Controle e Transparência (Secont) cabe atuar como facilitadora do processo de elaboração dos Planos de Integridade, estabelecendo a metodologia e apoiando os órgãos com informações e treinamentos.

Para isso, a Secont disponibilizou em repositório digital o Plano de Integridade do Poder Executivo Estadual, além dos manuais e modelos de documentos, como o guia “Programa de Integridade: Primeiros Passos” e a “Matriz e Documentação da Análise de Risco”. O material está disponível para consulta e download no endereço https://repositorio.secont.es.gov.br/handle/123456789/36.

A Subsecretaria de Integridade Governamental e Empresarial da Secont também vem realizando reuniões de esclarecimento com os órgãos e entidades estaduais, visando a fomentar o desenvolvimento das ações e dar o apoio técnico necessário. Um novo treinamento vai acontecer no próximo dia 23 de junho, no auditório da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp).

Prazos

No mês de março de 2022, o Governo do Estado deu mais um passo para consolidar a implementação do Programa, com a publicação do Decreto 5.144-R, que estabeleceu o prazo de 120 dias para que os órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual assinem e publiquem Portarias Conjuntas com a Secont, visando à implementação dos Programas de Integridade.

Por meio das Portarias Conjuntas, são estabelecidos os prazos, obrigações e as responsabilidades pela implementação do Programa de Integridade no órgãoCabe à Secont acompanhar o processo, verificando o cumprimento de prazos, além de auxiliar com a produção e disseminação de conteúdos e orientação acerca dos programas.

Leia também

Prefeito e vereadores vistam área da Festa de São Pedro

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos, juntamente com vereadores, estiveram vistoriando a área onde...

‘Vai socorrer minha mãe’: avó relata fala de neto que avisou na rua que mãe foi morta em casa

    Daniele de Jesus Almeida, de 23 anos, foi morta dentro de casa Daniele de Jesus Almeida, de 23 anos,...

Espírito Santo registrou 260 casos de estupro contra crianças nos primeiros 5 meses de 2022

De janeiro a maio deste ano, o Espírito Santo registrou 260 casos de estupro contra crianças de 0...

Tottenham acerta contratação de Richarlison

  Tottenham e Everton se acertam e Richarlison jogará nos Spurs. Segundo informação do jornalista italiano Fabrizio Romano, especialista...

Entra em vigor portaria que reconhece adoção das boas práticas agrícolas

O mês de julho começou com uma novidade para o setor agrícola. Desde esta sexta-feira (1°) está em...

Covid-19: Duas crianças menores de 5 anos morrem por dia, em média, no Brasil

Em 2020, 599 crianças de até 5 anos morreram pela Covid-19. No ano seguinte, período em que a...

Homem é preso no Sul do ES recebendo anabolizantes que comprou pela internet

Um homem de 28 anos foi preso por policiais federais após ser flagrado recebendo anabolizantes, que comprou pela...

Preço do litro de gasolina cai novamente em Nova Venécia

  O valor do litro de gasolina voltou a cair pela segunda semana seguida, em Nova Venécia. A informação...