Programa Brasil Mais supera meta para dezembro

O programa Brasil Mais está prestando atendimento a 9.334 empresas em vários estados do país. A meta era chegar a 7 mil empreendimentos até dezembro. O programa tem como objetivo ajudar micro, pequenas e médias empresas a modernizar os negócios e ampliar a produtividade com ferramentas de baixo custo e alto impacto. A iniciativa é coordenada pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia, e promovida em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

“Os números foram surpreendentes. Este é um programa de magnitude nunca antes feito no Brasil. Nossa expectativa é atender cerca de 70 mil empresas em 2021”, afirmou o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, coordenador do programa. Segundo o secretário, o Brasil Mais está atingindo o objetivo, mesmo neste período, que é o de “ajudar os pequenos negócios a alavancar produtividade por meio da melhoria das capacidades empresariais e digitais”.

Ao longo de quatro meses, os donos de microempresas e empresas de pequeno porte dos segmentos do comércio, serviço e indústria dos estados de São Paulo (5.986), Sergipe (168), Mato Grosso do Sul (950), Santa Catarina (1.878) e Tocantins (240) estão recebendo acompanhamento técnico contínuo do Sebrae.

O novo ciclo do programa está marcado para começar em março de 2021, mas dessa vez será aberto para os empreendedores de todo o país. Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, serão oferecidas 22 mil vagas com 100% dos custos subsidiados pela instituição.

Saiba mais sobre o Brasil Mais

Leia mais

Leia também