Professores de Educação Especial recebem orientações para atividades não presenciais

Profissionais da Rede Estadual, que atuam na Educação Especial, participam de webconferências junto às Superintendências Regionais de Educação (SREs). Objetivo é garantir a participação e inclusão dos alunos nas Atividades Pedagógicas Não Presenciais (ANPs), propostas pela Secretaria da Educação (Sedu), por meio do Programa EscoLAR. Na manhã desta quinta-feira (07),  foi a vez de a SRE de Linhares repassar informações aos profissionais das escolas da região.

A superintendente Leila Pinto Rodrigues destacou que foram passadas todas as orientações e direcionamentos para as atividades não presenciais nesta área. “Orientamos, de acordo com as diretrizes da Sedu, para garantir a participação e inclusão destes estudantes em todos os processos”, disse. 

Segundo a  Assessoria de Educação Especial  da Sedu, o objetivo é que os professores do Atendimento Educacional Especializado possam mediar nas salas de aula virtual o que seria feito na escola no trabalho colaborativo. Além disso, os estudantes podem participar de atividades no contraturno e na interação das Salas virtuais com seus professores de AEE. Assim, o estudante tem contato com outros colegas, que participam nesse mesmo horário, e na interação da sala virtual comum a todos. 

“Além das orientações em articulação com as SREs e professores, a Sedu também repassou informações pelo portal do EscoLAR, e tem potencializado espaços do CAS, CAP e NAAHS como centros de atendimentos especializados”, explicou a assessora de Educação Especial da Sedu, Sumika Soares de Freitas .

Leia mais

Leia também