Professora morre de Covid-19 aos 50 anos no ES e é homenageada com cortejo

Aos 50 anos, sendo 30 deles dedicados à educação, a professora Rosângela Ferreira Moreira foi a primeira professora a morrer vítima da Covid-19 na cidade de Linhares, no Norte do Espírito Santo.

Neste domingo (28), amigos e familiares de Rosângela fizeram um cortejo em sua homenagem, passando por ruas da região e por escolas em que ela trabalhou.

Rosângela morreu na madrugada de domingo (28) no Hospital Rio Doce, onde estava internada desde a última quinta-feira (25).

A evolução da gravidade da Covid-19 na professora surpreendeu seus familiares. Segundo eles, a professora foi levada para a UTI na sexta (26) e precisou ser entubada. Um dia depois, ela não resistiu às complicações provocadas pela doença.

“Foi tudo muito rápido. Ela estava forte. Minha mãe também pegou. Minha mãe não sabe o que está acontecendo”, lamentou a irmã de Rosângela, Márcia Lúcia Moreira.

“Era uma mulher de fibra, uma professora exemplar, que sempre lutou muito pela classe do magistério. A gente da educação perde uma pessoa incrível”, disse a professora Delane de Azevedo Franco.

Rosângela está entre as 247 pessoas que morreram em função da Covid-19 em Linhares, onde o número de casos confirmados da doença chega a 18.454.

A ocupação de leitos no município também segue alta. Das 94 vagas de UTI e enfermarias de Covid-19 disponíveis em três hospitais, 89 estão ocupadas.

m nota, a Secretaria de Educação de Linhares lamentou a morte de Rosângela.

“A história de Rosângela não pode ser contada sem que se faça referência às suas inúmeras contribuições à educação de Linhares, sobretudo, no ensino infantil. Era amada pelas crianças e pelas suas famílias. Ela deixa um legado inestimável e um exemplo de dedicação ao conhecimento. Rogamos a Deus pelo descanso de sua alma e pelo conforto de seus familiares, bem como aos demais amigos e educadores de Linhares”, disse o texto.

Informações: G1

Leia mais

Leia também