Produtor cultural é preso suspeito de desviar dinheiro da encenação da Paixão de Cristo no Espírito Santo

 

Um produtor cultural de 32 anos foi preso suspeito de desviar R$ 17 mil que seriam destinados para a realização do Auto da Paixão de Cristo em Montanha, no Norte do Espírito Santo. A prisão aconteceu nesta segunda-feira (29), em Vila Velha, na Grande Vitória. Parte do dinheiro foi obtido por meio da Lei Aldir Blanc, que ampara artistas durante a pandemia do novo coronavírus.

A investigação apontou que o produtor cultural é ligado a um grupo teatral de Vinhático, no interior de Montanha, que realizava apresentações da Paixão de Cristo. Na inscrição dos editais para o apoio, o suspeito se colocou como representante do grupo e o dinheiro para custeio das apresentações foi repassado para ele.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Montanha, Leonardo Ávila, o produtor cultural recebeu R$ 17 mil com os editais de incentivo à cultura da Prefeitura Municipal de Montanha para as apresentações. Desse total, R$ 5 mil eram recursos da União, concedidos de forma emergencial para profissionais do setor cultural, por meio da Lei Aldir Blanc.

Depois que o dinheiro foi depositado, no final de dezembro, representantes da Prefeitura e amigos dele, que faziam parte do grupo de teatro, tentaram contato com o suspeito, mas não tiveram mais retorno.

A Polícia Civil foi acionada e, por meio da Delegacia de Montanha, instaurou inquérito policial. As investigações, que aconteceram em conjunto com o Ministério Público do Espírito Santo, indicaram que o suspeito estava vivendo em Itapoã, Vila Velha e que tinha usado parte do dinheiro desviado para comprar eletrodomésticos para o apartamento.

Nas redes sociais, o suspeito foi flagrado fazendo postagens ostentando aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos comprados para a casa. Ele também postava a participação dele em festas e viagens.

Suspeito foi flagrado postando compras com dinheiro desviado em redes sociais, no ES — Foto: Divulgação/ PCES

Suspeito foi flagrado postando compras com dinheiro desviado em redes sociais, no ES — Foto: Divulgação/ PCES

Após a prisão, ele prestou depoimento e confirmou que tinha usado o dinheiro destinado ao grupo teatral, alegando que pretendia devolver. O detido foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana.

Leia mais

Leia também