Produção industrial volta crescer em boa parte do País

Levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que em setembro, a produção industrial de 11 dos 15 locais pesquisados teve taxas positivas frente a agosto, na série com ajuste sazonal. O que pode ser enxergado como uma ampliação do retorno à produção, após as paralisações devido à pandemia da Covid-19. O maior avanço averiguado ocorreu no Paraná (7,7%), o quinto consecutivo, acumulando ganho de 46,2% no período.

Pesquisa da UFES sobre indústria 4.0 capixaba é publicada em revista científica internacional

Nova pesquisa da Fiepi e CNI aponta que recuperação da indústria piauiense se mantém estável

Seis locais cresceram acima da média nacional, que é de 2,6%: Amazonas (5,8%), São Paulo (5,0%), Espírito Santo (5,0%), Rio Grande do Sul (4,5%), Santa Catarina (4,5%) e Bahia (4,0%). Além disso, outros estados tiveram alta em setembro, apesar de não ter superado a média: Minas Gerais (1,9%), Ceará (1,3%), Região Nordeste (1,1%) e Goiás (0,4%). Mas também houve estados que registraram queda na produção industrial: Mato Grosso (-3,7%), Rio de Janeiro (-3,1%), Pará (-2,8%) e Pernambuco (-1,3%).

Foto: Analogicus (Pixabay)

Leia mais

Leia também