Produção industrial recua em nove de 15 locais analisados pelo IBGE

A produção industrial regional recuou em nove dos 15 locais analisados pela Pesquisa Industrial Mensal (PIM Regional) entre março e abril. O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
 
A principal explicação para o resultado é o baixo desempenho do setor de derivados de petróleo. A queda na produção local segue tendência nacional. Na última semana, o IBGE divulgou que a produção nacional caiu 1,3% em abril. Bahia registrou a maior queda, com recuo de 12,4%. No acumulado do ano, o estado registra perdas de quase 32%.

Com sétima alta consecutiva, projeção do PIB brasileiro para 2021 chega a 4,36%

Exportação de carne bovina brasileira cai 2,9%
 
No recorte por região, o Nordeste teve a maior queda, de 7,8% no mês, resultado influenciado pela indústria de couro, artigos de viagens e calçados. Por outro lado, o Amazonas liderou os estados que registraram alta na produção industrial local: alta de 1,9% no período. 
 
Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com ganho de 1,5%. As indústrias do Espírito Santo (0,9%), Pará (0,3%), Rio Grande do Sul (0,3%) e Paraná (0,2%) também obtiveram índices positivos na passagem de março a abril. 

Foto: José Paulo Lacerda/CNIFoto: José Paulo Lacerda/CNI


Leia mais

Leia também