Produção de açúcar deve alcançar quase 40 bi de toneladas nesta safra, estima Conab

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, estima que a produção de açúcar, na safra 2020/2021, deve alcançar 39,3 milhões de toneladas, o que representará um aumento de 32% em relação à temporada anterior. Caso a cifra seja alcançada, o Brasil será, pelo segundo ano consecutivo, o maior produtor mundial do produto.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (20) no 2º Levantamento da Safra 2020/21 de cana-de-açúcar da Conab. A primeira estimativa do órgão para a produção do açúcar para esta safra era de 35,3 milhões de toneladas. Além disso, o documento mostra que a exportação do produto cresceu cerca de 70% entre abril e julho deste ano, em comparação aos mesmos meses de 2019. 

Agronegócio: Exportações brasileiras crescem 16,5% no primeiro semestre

Em relação à cana-de-açúcar, a Conab prevê uma produção de cerca de 642 milhões de toneladas da commodity para esta safra, o que representa uma leve retração de 0,1% em relação à temporada anterior. 
 

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil


Leia mais

Leia também