Presidente Jair Bolsonaro sanciona novo Marco Legal do Mercado de Câmbio

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria o novo Marco Legal do Mercado de Câmbio (14.286/2021). O texto foi aprovado no Senado no início de dezembro, na forma do Projeto de Lei (PL) 5.387/2019. 
 
Defensores da proposta alegam que ela vai modernizar, simplificar e dar eficiência ao setor. O texto revisa mais de 40 dispositivos legais, como leis, decretos e portarias, que tratam sobre o tema, alguns que datam do início do século XX. 
 
O novo Marco Legal do Mercado de Câmbio passa a permitir que instituições financeiras do país invistam, aqui ou no exterior, recursos captados no Brasil ou fora dele. O governo acredita que isso vai ajudar a financiar importadores de produtos brasileiros. 
 
A lei reforça que cabe ao Banco Central regulamentar quem pode ter uma conta em moeda estrangeira no Brasil, mas abre a possibilidade para que, no futuro, pessoas físicas possam manter contas em dólar no Brasil. 
 
Para o senador Nelsinho Trad (PSD/MS), a principal contribuição do PL é atualizar e organizar as leis que regulam o mercado cambial brasileiro, o que trará outros impactos positivos, exemplifica. “O projeto revisa mais de quarenta instrumentos legais vigentes e os consolida em uma só lei, simplifica e agiliza as operações internacionais. Facilita a integração do Brasil com o exterior e pode ajudar o país entrar na OCDE. Selo de seriedade e boas práticas, que reflete na vinda de investimentos financeiros e de financiamentos tão importantes nos tempos de agora”, avalia. 

Mudanças

A nova lei cambial visa, também, tornar o real mais conversível e utilizado em outros países, além de melhorar as condições de trabalho para quem exporta e importa no Brasil. Para que isso aconteça, o marco passa a permitir, por exemplo, o recebimento de ordens de pagamentos de terceiros do exterior a partir de contas em reais mantidas no Brasil por meio de bancos estrangeiros. 
 
O texto também facilita a vida dos turistas brasileiros. Isso porque permite que cada passageiro porte US$ 10 mil ao sair do país, e não mais R$ 10 mil. 
 

Foto: Marcello Casal Jr./Agência BrasilFoto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Leia também

Ciclone subtropical no Sul do País começa a se afastar do litoral

A Defesa Civil Nacional informa que o ciclone subtropical no Sul do País começou a se afastar do...

INDICADORES: preço do café arábica cai nesta sexta-feira (20)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a sexta-feira (20) com queda de 1,46% no preço...

Como melhorar foco e concentração? Confira oito dicas

Às vezes, temos a sensação de que nossa memória já não é mais a mesma, que estamos mais...

Adolescentes do Projeto Jovem do Futuro de Barra de São Francisco passam por avaliação médica

Os adolescentes que estão participando do Projeto Jovem do Futuro, implantado há dois meses, estão cada vez mais...

Brasil: PF desarticula grupo de traficantes de cocaína

Uma organização criminosa especializada em tráfico drogas e lavagem de dinheiro, que movimentou cerca de R$ 350 milhões...

Músicos comemoram inauguração do estúdio da Notícia FM em Nova Venécia

  A Rádio Notícia FM inaugurou, na sexta-feira, dia 06, seu estúdio em Nova Venécia, em anexo à sede...

Fase Regional dos Jogos Escolares terá estreia de handebol, vôlei e basquete nesta quarta-feira

No terceiro dia da fase regional dos Jogos Escolares do Espírito Santo (JEES), em Barra de São Francisco,...