Presidente de Cuba pede unidade do povo contra tentativa de desestabilização do país


O presidente de Cuba,Miguel Díaz-Canel envia mensagem pedindo unidade para enfrentar as tentativas de desestabilização do país. Ele reiterou o compromisso de seguir em frente apesar das adversidades, informa a Prensa Latina.

Pelo Twitter, o presidente lembrou uma frase do Herói Nacional de Cuba, José Martí: “Os homens vão em dois lados: aqueles que amam e descobrem, e aqueles que odeiam e desfazem”, e garantiu que a nação caribenha seguirá em luta. 

Em outro tuíte, Díaz-Canel destacou que quando uma população chega tão longe na realização de seus sonhos, ela não pode ser impedida pela violência ou pelo ódio.

“Ao lado do povo, com o povo e para o povo, a Revolução continua. Não com afirmações, mas com fatos! “, escreveu o presidente cubano. 

No sábado, milhares de pessoas saíram às ruas de Havana e de outras cidades para reafirmar o seu repúdio às tentativas de interferir nos assuntos internos da ilha e ao bloqueio económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos, considerado o principal obstáculo ao desenvolvimento da nação antilhana.

Díaz-Canel, em uma cerimônia realizada no Malecón de Havana, exortou os cidadãos a colocarem seus corações no trabalho comum.

O chefe de Estado também denunciou a operação política e midiática em curso, orientada e financiada pelos Estados Unidos contra a nação caribenha, que gerou distúrbios nos últimos dias e tenta distorcer a realidade do país para influir negativamente na comunidade internacional.

Presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, conversa com jornalistas em San Antonio de los Banos, em Cuba
11/07/2021 REUTERS/Alexandre Meneghini

Presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, conversa com jornalistas em San Antonio de los Banos, em Cuba
11/07/2021 REUTERS/Alexandre Meneghini (Foto: REUTERS/Alexandre Meneghini)

Leia mais

Leia também